Quanto ganha um desenvolvedor Front-end?

quanto ganha desenvolvedor front-end

Quanto ganha um desenvolvedor Front-end? Essa é uma dúvida comum entre iniciantes e pessoas que fazem transição de carreira para esta área. O salário varia conforme o tipo do contrato, o nível de experiência, a política da empresa e as skills do desenvolvedor. Mas veja quão aquecido está o mercado conferindo os detalhes deste post sobre média salarial para desenvolvedor Front-end. 

Com o desenvolvimento web, a participação do desenvolvedor Front-end cresceu em importância. Afinal de contas, é impossível colocar um website ou aplicativo para rodar sem ele. 

Enfim, o interessante é que esse nicho é muito amplo. O developer pode se especializar em uma área, como desenvolvedor Front-end Vue.js, e crescer profissionalmente nesta tecnologia. A única certeza é que emprego não falta. Afinal de contas, com as tendências tecnológicas, o desenvolvimento do lado do front-end só tende a crescer no futuro. 

O que é e o que faz um desenvolvedor Front-end? 

Se você está chegando agora no mundo da programação, saiba que o front-end é tudo aquilo que está visível ao usuário na interface de um programa, website ou aplicativo. Quando você clica num botão, envia uma mensagem ou compartilha um post, o front-end está operando. 

E quem é responsável pelo funcionamento de todos os botões, disposição dos elementos na página e escolha das cores? O desenvolvedor Front-end. Sendo assim, o termo está ligado a uma área da estrutura de programação, bem como à uma profissão. 

Portanto, o desenvolvedor Front-end utiliza elementos de identidade visual de uma aplicação. Nesse sentido, ele desenvolve conhecimentos e habilidades em design, arquitetura da informação e UX (User Experience). 

Em síntese, o desenvolvedor Front-end é responsável por montar a estrutura de uma página, colocando o cabeçalho, o rodapé, as colunas, as imagens, os ícones, os formulários e banners. Além dissso, de toda a parte de estilização. 

Mas o DEV Front-end também responde pela qualidade na navegação entre as páginas, sobretudo pela responsividade, que é o efeito da mesma tela ser perfeitamente visível em qualquer tamanho de tela. 

Onde trabalha? 

O desenvolvedor Front-end pode trabalhar em empresas e startups de produtos, serviços e fábricas de softwares. 

Assim como em outras áreas da TI (Tecnologia da Informação), o developer desta carreira encontra oportunidades em pequenas, médias e grandes organizações. 

Mas ele também pode se dedicar à área acadêmica, de consultoria, fundar sua própria startup e, assim, empreender. Nesse sentido, há várias oportunidades que podem se abrir na vida profissional. 

Segundo a pesquisa Stack OverFlow de 2021, feita com desenvolvedores de todo o mundo, quase um terço deles atua no front-end, mais precisamente 27,42%. Viu como essa é uma área estável e promissora? Então acompanhe na sequência qual é a média salarial deste desenvolvedor no mundo e no Brasil. 

Quando ganha? 

Embora o salário não seja fator decisivo para aceitar uma proposta de emprego, é interessante saber quanto ganha um desenvolvedor Front-end. 

Como falamos no começo deste conteúdo, a faixa salarial varia conforme os fatores mais comuns, como experiência e momento da empresa. 

Um levantamento feito pelo setor de dados da Coodesh mostrou quais são os salários médios da nossa plataforma. Veja um resumo abaixo e a tabela completa no link. 

  • Estágio – de R$ 1.000,00 a R$ 1.500,00
  • Júnior – de R$ 2.750,00 a R$ 4.350,00 (regime CLT + Benefícios); 
  • Pleno – de R$ 5.500,00 a R$ 7.500,00 (regime CLT + Benefícios); 
  • Sênior – de R$ 8.150,00 a R$ 14.530,00 (regime CLT + Benefícios);  

Lembrando que, caso seja contrato PJ, a dica é multiplicar o salário CLT por 1.4 ou 1.6. Geralmente, a vaga PJ é sem benefícios (como vale-refeição e férias), entretanto, tudo depende da política de cada empresa.

Ficou curioso(a) para saber o salário em termos internacionais? A pesquisa Stack OverFlow trouxe um parâmetro: US$ 49.725,00 por ano. É bom frisar que há muitas empresas de fora contratando developers no Brasil para trabalhos remotos. 

Quais as skills mais desejadas em um desenvolvedor Front-end? 

Para ser um bom desenvolvedor Front-end é importante estar atualizado às tecnologias mais recentes da família JavaScript, além de não ter vergonha de errar e pedir ajuda aos desenvolvedores mais experientes. 

Porém, não é apenas de hard skill que vive o desenvolvedor Front-end. Ele também precisa trabalhar suas soft skills para exercer um bom trabalho em equipe, ter excelência nas entregas e contribuir com bons resultados. 

Saiba algumas das habilidades solicitadas nas vagas de desenvolvedor Front-end: 

  • Conhecimento em JavaScript, HTML e CSS
  • Saber trabalhar bem em equipe; 
  • Ter uma boa comunicação interpessoal; 
  • Visão de negócio; 
  • Perfil colaborativo com outros setores da empresa; 
  • Saber compartilhar conhecimento; 
  • Motivação e iniciativa para o upskilling. 

Quais as tecnologias que precisa dominar? 

Você já viu neste conteúdo quanto ganha um desenvolvedor Front-end e as skills mais desejadas neste profissional. Agora, vamos entrar no tema das tecnologias mais solicitadas pelas empresas nesta área. 

Não poderíamos deixar de falar no JavaScript, a linguagem de programação mais usada no Front-end. Afinal, o idioma permite que a interface seja dinâmica e melhore a experiência do usuário. Contudo, é bom ficar atento a um detalhe: muitas empresas têm preferido o TypeScript, que entrega novas funcionalidades ao JavaScript. 

Mas existem ainda muitos frameworks e bibliotecas que também devem estar presentes no currículo do DEV Front-end. 

Quando falamos em frameworks, logo pensamos em React, Angular e Vue.js. Afinal, eles são mais difundidos. Mas também temos o mais recente Svelte.js, que é uma nova abordagem para a construção de interfaces do usuário. 

E ao falar em bibliotecas, nos vêm à mente o jQuery, que é a principal biblioteca de JavaScript existente. 

Em síntese, é importante estudar essas stacks para ter um currículo competitivo no mercado de desenvolvimento web. 

Conclusão 

As dicas de mercado sobre quanto ganha um desenvolvedor Front-end foram úteis para você? 

Só há uma maneira de saber: comece a pesquisar vagas para Front-end Developer e analise os requisitos das vagas. Assim, se você é iniciante ou migrou de carreira, pode direcionar as possíveis lacunas da sua formação nas áreas que estão em evidência. 

E que tal começar com o pé direito nesta carreira fazendo seu cadastro gratuito na plataforma Coodesh? 

Somos uma plataforma de code assessment que trabalha na validação do candidato para as empresas clientes. Você pode entrar na jornada developer com a gente e receber mentoria, fazer testes técnicos e comportamentais para crescer na sua carreira. 

Acesse a página para desenvolvedores na Coodesh.

Escrito por Gizele Silva

Formada em jornalismo, sou apaixonada por comunicação e tecnologia, além de adorar descobrir as soluções que o marketing de conteúdo traz aos negócios.

DevTalks sobre transição de carreira

Transição de carreira: de comissária de voo à deva

tendências da tecnologia em 2022

Confira as top 10 tendências em tecnologia para 2022