Saiba como validar suas habilidades com teste para desenvolvedor

controle de versão

O teste para desenvolvedor está presente em todos os processos seletivos para uma vaga de emprego. Afinal, ele é uma chance da empresa conhecer suas reais habilidades. 

Isso porque o currículo, sozinho, não é suficiente para mostrar suas aptidões. Por isso, saiba neste conteúdo como realizar desafios e usá-los em seu portfólio. 

Alguns profissionais não gostam de fazer testes. Contudo, essa é a maneira mais justa e transparente de contratar desenvolvedores. Saiba os motivos no próximo tópico. 

Por que eu tenho que fazer um teste para desenvolvedor? 

“Ah! Eu sou Sênior e não preciso fazer teste” ou então “Para quê eu tenho que fazer teste se já entreguei meu currículo?” são frases ditas por muitos desenvolvedores quando são convidados a fazer testes nos processos seletivos. 

Entretanto, o teste para desenvolvedor avalia a habilidade técnica do profissional. Ele também evita preconceitos que podem surgir com a triagem de currículos. 

Outra questão envolve a entrevista técnica. Nem sempre o desenvolvedor consegue expressar o quão preparado está para a vaga. 

Por esses motivos, o desafio técnico se coloca como a principal solução para demonstrar seus conhecimentos à empresa. 

O que fazer em um teste para desenvolvedor 

  • Use a tecnologia a qual está mais habituado, caso a vaga não exija uma stack específica; 
  • Leia atentamente os requisitos e não hesite em perguntar à empresa caso não tenha entendido algo; 
  • Se o tempo para o teste for limitado, foque em entregar o que está nos requisitos e entregue o teste pronto. Mas não custa nada perguntar ao recrutador se você pode ter um tempinho a mais para dar aquela caprichada final; 
  • Demonstre os cuidados básicos com segurança na hora de escrever seu código; 
  • Escreva boas mensagens de commit; 
  • Escreva um Readme com uma boa descrição; 
  • Mostre que você sabe trabalhar bem com o Git. 

O que não fazer em um teste para desenvolvedor 

  • Copiar código pronto na internet; 
  • Não atender ao que está nos requisitos; 
  • Deixar o teste incompleto;
  • Não adotar as boas práticas de code clean. 

Onde fazer testes técnicos para DEVs? 

Há muitas plataformas de code assessment, em português e em inglês, que podem ser usadas gratuitamente por profissionais de tecnologia. 

Os resultados dos testes podem ser incluídos no seu portfólio ou mandados diretamente para a empresa. 

Dessa forma, os recrutadores conseguirão identificar como você é codando, resolvendo bugs ou aplicando seus conhecimentos de lógica de programação. 

Vamos trazer aqui algumas dicas. 

GitHub

Essa dica inicial de como encontrar teste para desenvolvedor dá um pouquinho mais de trabalho, mas também é válida. 

Entre no GiHub das empresas que você está interessado(a) em trabalhar. Muitas delas deixam os testes para DEVs nos repositórios. 

Sendo assim, você pode responder ao desafio e comunicar à empresa. 

CoderByte 

É uma plataforma de code assessment sediada em Nova York. Através do aplicativo da empresa, o desenvolvedor pode testar seus conhecimentos e ainda fazer cursos novos, tudo de forma remota. 

O CoderByte se apresenta como “o site número 1” para a preparação para entrevistas e testes de códigos. 

HackerRank 

O HackerRank também é um aliado da pessoa desenvolvedora. A empresa tem sede na Califórnia, Estados Unidos, e uma plataforma que é acessada por desenvolvedores de todo o mundo. Após acessar o site, você responde a perguntas de um questionário e é direcionado aos kits de preparação para entrevistas, além de ter acesso a simulados. 

Veja como funciona aqui

Coodesh 

A Coodesh é uma plataforma de code assessment para desenvolvedores que desejam participar do banco de talentos exibido para as empresas que contratam o site para fazer o recrutamento de profissionais tech. 

Além disso, é possível se candidatar diretamente em uma vaga vista no LinkedIn, no site ou em comunidades. 

Mas a Coodesh também pode ser usada para validar seus conhecimentos e, assim, construir um portfólio mais robusto e completo. A partir deles, você pode fazer sua autoavaliação que sustentará sua decisão na hora de procurar um novo curso ou mais experiência em uma determinada área.

A partir do seu cadastro gratuito na plataforma ou da sua candidatura, já é possível realizar os challenges. 

Contudo, quando você se candidata a uma vaga que é gerenciada pelo time de tech recruiters internos, você pode fazer o teste técnico após a entrevista com alguém da Coodesh. 

No entanto, se o seu nível for muito iniciante, você deverá fazer o teste antes da entrevista. Assim, é possível que o teste ajude na pré-triagem dos avaliadores. Portanto, ao ir bem no desafio, você tem mais chances de prosseguir no processo seletivo. 

Atualmente, a Coodesh conta com 3 tipos de testes para desenvolvedores: 

  • Fast Challenge;
  • Project Challenge;
  • Coding Challenge. 

Conheça um pouco mais sobre cada um na sequência. 

Fast Challenge 

O Fast Challenge é um produto exclusivo da Coodesh, que contém perguntas sobre as stacks da área na qual você está se candidatando. 

O teste é respondido e corrigido on-line. Se você tiver aproveitamento acima de 75%, pode baixar seu certificado e integrá-lo no seu LinkedIn. 

Como o nome diz, o teste é rápido e tem grande serventia para os recrutadores poderem avaliar o seu conhecimento teórico sobre as tecnologias usadas na empresa.

Project Challenge 

O Project Challenge é um teste completo, onde o desenvolvedor pode escrever seu código com maior tempo disponível e detalhes. Ele é enviado pela equipe da Coodesh, dependendo da vaga, durante o processo seletivo para que o candidato possa mostrar suas hard skills nas linhas de código. A análise é manual, e o candidato recebe o feedback. 

Coding Challenge 

O Coding Challenge é um teste para desenvolvedor com correção on-line e que verifica o seu desempenho para seguir nas próximas etapas do processo. 

Nele, o desenvolvedor pode revelar suas skills na tecnologia pretendida de forma rápida e de qualidade.

Conclusão 

O teste para desenvolvedor faz parte do processo seletivo oferecido nas empresas. De uma maneira ou outra, o profissional vai acabar passando por essa etapa, mesmo que seja de nível avançado. 

Além disso, ele é uma forma de se autoavaliar e ver em quais tecnologias você precisa se dedicar mais. Por isso, construa seu portfólio com os desafios técnicos da Coodesh. Entre na página exclusiva para desenvolvedores e faça o seu cadastro gratuito para começar a colocar a mão no código!

Escrito por Gizele Silva

Formada em jornalismo, sou apaixonada por comunicação e tecnologia, além de adorar descobrir as soluções que o marketing de conteúdo traz aos negócios.

BSC

O que é BSC e como utilizar esse modelo de gestão?