Cultura organizacional: o que é e qual a sua importância

Se você navegou nos últimos meses em redes sociais ou algum site corporativo, deve ter se deparado com o termo “cultura organizacional” ou suas variações.

O assunto entrou em alta nos últimos anos e tem revolucionado a forma como grandes e pequenas empresas guiam seus negócios. 

A cultura organizacional, muito mais que aquela aba no site sobre “Missão, Valores e Visão”, compreende todo o comportamento de uma empresa e dos seus colaboradores. 

Desde o primeiro contato, até uma pesquisa de satisfação com o produto adquirido, dress code e a forma como os colaboradores encaram seu dia a dia dentro da empresa, tudo isso abrange as diretrizes organizacionais de uma empresa.

Vamos entender um pouco mais sobre o que esse tema engloba.

O que é cultura organizacional?

A cultura organizacional são, então, os princípios morais e éticos, a forma como a liderança age, fala e coordena as atividades do setor, normas, hábitos, expectativas, os eventos dentro e fora do ambiente de trabalho, além de metas e conquistas.

Isso significa também que uma cultura corporativa bem estabelecida e com raízes sólidas, guiará os próprios colaboradores sobre quais caminhos devem seguir e sobre como agir dentro da empresa no dia a dia.

Assim, seus colaboradores serão mais livres para exercerem suas atividades da forma que acharem melhor, mas trabalhando dentro das diretrizes de onde estão.

Outro ponto importante de se ter uma cultura corporativa bem estabelecida, é para aquelas empresas que atuam de forma remota. A gestão da equipe torna-se mais ágil e tranquila, facilitando a comunicação e o trabalho no dia a dia.

Em suma, a cultura corporativa não representa um aspecto X, mas sim um conjunto de comportamentos e até forma de pensar dos colaboradores. E isso não está escrito em nenhum lugar. É algo natural, e aqueles que compartilham dos mesmos valores, irão se adaptar melhor à empresa.

Como criar a cultura organizacional da sua empresa?

Como falamos anteriormente, não há uma lista enumerada que define o que é a cultura organizacional, e da mesma forma, criar uma cultura dentro da empresa é uma tarefa a longo prazo e sem fórmula exata. 

Mas algumas dicas podem nortear você nesse processo, veja a seguir:

  1. Definir os pilares da empresa: apesar de não representar a cultura organizacional por completo, os conceitos de missão, valores e visão norteiam o que se busca a médio e longo prazo, além de trazer a essência – ou seja, aquilo que mais se preza dentro da organização independente de quaisquer circunstâncias.
  2. Liderança: é necessário entender que, por mais liberdade que um colaborador tenha, ele ainda segue um exemplo, e esse exemplo vem de seus líderes diretos e indiretos. Conversar com as lideranças do time e alinhar os valores e o que se espera de todos é muito importante, principalmente se a empresa busca mudança através da nova cultura. 
  3. Contratações: é preciso se atentar às novas contratações e o perfil dos candidatos aprovados. Por isso, atualmente as empresas reservam uma entrevista de fit cultural durante os processos seletivos, com o propósito de conhecer ainda mais os valores e estilo de trabalho de um possível novo membro do time.
  4. Coesão: é importante definir e vivenciar de fato a cultura da empresa. Se um dos pilares é o autogerenciamento, e em determinada área os gestores não seguem isso, talvez seja a hora do RH alinhar essa postura através de um feedback bem estruturado, e, em último caso, desligar esse membro. 

Qual a diferença entre cultura organizacional e clima organizacional?

Apesar de estarem interligados, clima e cultura organizacional não possuem o mesmo significado. 

Enquanto a cultura diz respeito aos hábitos e diretrizes da empresa, o clima organizacional está ligado com o jeito que os membros do time enxergam a cultura na prática se se sentem no dia a dia de trabalho.

Um aspecto interessante é que hoje em dia já existem pesquisas sobre o clima organizacional nas empresas. 

É necessário entender como os colaboradores se sentem, e caso o resultado não seja positivo, há como melhorar esse ponto. 

O clima organizacional – quando negativo – pode acarretar em descontentamento, baixo desempenho dos membros e pouca eficiência na entrega para os clientes, além de gerar uma má reputação para a sua empresa.

No entanto, ao contrário da cultura, o clima organizacional pode ser adaptado, então, caso alguns pontos negativos se sobressaiam na pesquisa de clima, a corporação consegue realizar mudanças a fim de evoluir nesses pontos limitantes. 

Exemplos de cultura organizacional

Grandes corporações precisam de culturas bem estabelecidas e enraizadas para continuarem funcionando bem e entregando valor à quem as contrata.

Separamos para vocês os estudos de caso sobre 3 grandes empresas da atualidade, que possuem culturas organizacionais inspiradoras: Airbnb, Spotify e Netflix

Além deles, há também os exemplos inspiradores do Google, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, e o trabalho dos sonhos de muitos. 

Conclusão 

Por fim, é importante ter em mente que a cultura organizacional é para qualquer tipo e tamanho de empresa.

Se sua empresa já está em expansão, ou conta com um grande número de funcionários, saiba que realinhar sua cultura junto a eles pode, não só fortalecer sua equipe, como ajudar a criar um bom clima organizacional.

E, se sua empresa ainda está no início, estabelecer uma cultura organizacional sólida a deixará mais forte para sua expansão e crescimento, além de facilitar no recrutamento de novos colaboradores, os quais devem estar alinhados à sua cultura organizacional.

A Coodesh é especialista em recrutamento e seleção de profissionais de tecnologia, prezamos sempre por entender sua dor e entregar candidatos alinhados com o seu perfil de trabalho e sua cultura.

Cadastre-se em nossa plataforma e agende uma consulta com nossos especialistas.

avaliação de competências

Como usar a avaliação de competências no recrutamento tech?

como se tornar tech lead

Como se tornar Tech Lead?