Como avaliar habilidades de desenvolvedores?

como avaliar habilidades de desenvolvedores

Avaliar habilidades de desenvolvedores se tornou um grande desafio. Isso uma vez que a tecnologia avança e se atualiza todos os dias. É uma infinidade de linguagens e frameworks lançada no mercado e que exige do tech recruiter uma postura analítica e estratégica. Mas como se sobressair a isso tudo e ainda encontrar pessoas talentosas para a empresa? Veja neste conteúdo. 

Mas antes vamos lembrar que o ritmo de contratação de desenvolvedores nas empresas de inovação cresceu nos últimos anos. Haja vista o crescimento da transformação digital, o consumo de produtos digitais após a pandemia, o surgimento de fintechs e outros modelos de negócio que dependem dos códigos desses(as) profissionais para ocuparem seu lugar ao sol. 

Em contrapartida, a quantidade de desenvolvedores disponíveis não acompanhou esse compasso. Exatamente por isso, diante de um cenário que beira à escassez, é preciso afinar o processo de recrutamento e seleção de desenvolvedores. Portanto, ter condições de avaliar habilidades de desenvolvedores é, muitas vezes, a chave do sucesso da sua empresa. 

Afinal, quais são os tipos de habilidades? 

Habilidade vem de hábil, palavra de origem latina (habilis) que significa apto e capaz. Portanto, se a equipe de desenvolvimento precisa de alguém que coda em Python, por exemplo, é importante checar previamente se a pessoa realmente é capaz de escrever um código ou resolver um bug nesta tecnologia. 

Além disso, o tech recruiter também precisa saber com antecedência se a pessoa se dá bem no trabalho em equipe, se tem um perfil proativo, se é autodidata, entre outras características. 

Portanto, no processo tradicional de recrutamento e seleção, essas informações são colhidas na entrevista de emprego. Mas que garantias temos quando a pessoa candidata fala que ela tem comportamento X, quando na verdade é Y? 

Por essas razões, é importante ter cuidados especiais na hora de avaliar os tipos de habilidades, que são as hard e soft skills. 

LEIA MAIS

O que são hard e soft skills 

Contudo, confira um resumo aqui de como identificar as skills (habilidades) de uma pessoa candidata. 

Habilidades técnicas (hard skills) 

As habilidades técnicas ou hard skills são as aprendidas em cursos, palestras, bootcamps, imersões e mentorias. 

Sendo assim, é mais fácil identificá-las. Isso porque, geralmente, elas se traduzem em certificados, ou seja, são palpáveis. 

Nos métodos mais tradicionais de contratação de desenvolvedores, os recrutadores costumam avaliar somente as habilidades técnicas. Isso devido ao fato da profissão ser bastante técnica. 

No entanto, as empresas perceberam que só as hard skills não são suficientes para ter um bom retrato do perfil do desenvolvedor. Assim, é fundamental avaliar as soft skills. 

Habilidades comportamentais (soft skills e people skills) 

As habilidades comportamentais ou soft skills demonstram como o indivíduo é, como ele age, como se comporta em desafios, em situações de estresse, se tem espírito colaborativo, se é desanimado, entre outros aspectos. 

Elas ganharam uma posição de destaque nos processos seletivos. Isso em razão de muitas pessoas e gestores acreditarem que as habilidades técnicas podem ser ensinadas, mas as comportamentais são mais difíceis de mudar. 

Muitos autores preferem ainda a utilização de um outro termo, que é o de people skills. Dessa forma, as habilidades comportamentais podem ser separadas entre habilidades pessoais (soft skills) e interpessoais (people skills). 

Por exemplo: uma pessoa pode ser motivada (habilidades pessoais) perante o cumprimento de metas, mas não tem empatia com os demais membros da equipe (habilidades interpessoais). 

Para fechar, assim como as hard skills, as soft skills também podem ser desenvolvidas. Para isso, o autoconhecimento, o investimento em cursos e leituras são a chave para o sucesso profissional. 

Como avaliar portfólio e histórico profissional?

Feita a triagem inicial, é necessário partir para a avaliação de portfólios e histórico profissional do desenvolvedor. Diante de tantos conhecimentos técnicos apresentados, por onde começar a análise? 

Muitos desenvolvedores fazem projetos pessoais e os disponibilizam no GitHub e outras plataformas públicas para receber feedback ou fortalecer a comunidade. Assim, aproveitam e colocam as iniciativas no currículo. 

Além disso, já trabalharam em muitas áreas diferentes, utilizando tecnologias diversas das pedidas na vaga atual. Contudo, acumularam conhecimento suficiente para aprender novos stacks que a sua empresa pretende utilizar. 

Para auxiliar você que precisa avaliar habilidades de desenvolvedores, o time de HR da Coodesh separou algumas dicas. Confira logo abaixo algumas percepções da equipe repassadas pela nossa Head de Recrutamento, Franciele Ghizzoni. 

Como avaliar habilidades de desenvolvedores no GitHub?

O GitHub é uma das plataformas mais usadas pelos desenvolvedores para hospedar código-fonte e colaborar com projetos privados ou open-source. 

Atualmente, ele tem cerca de 36 milhões de usuários ativos em todo o mundo. Ao se cadastrar na plataforma, o tech recruiter pode localizar a pessoa candidata e ter acesso aos seus projetos. 

Enfim, o GitHub é importante porque é possível colaborar com projetos de outras pessoas, trabalhar em conjunto com outros developers e também desenvolver projetos pessoais. 

#DicaCoodesh

Observe se o(a) candidato(a) tem projetos divulgados no GitHub e se mantém a ferramenta atualizada. Além disso, verifique os forks e os pull requests que o candidato se envolve. A partir desse engajamento, é possível identificar se a pessoa é motivada e disposta. E se você tiver conhecimento em programação, avalie a qualidade dos projetos, o nível de complexidade e o estilo de código. Assim, você consegue colher subsídios para uma futura entrevista técnica. 

Como avaliar habilidades de desenvolvedores no Stack OverFlow?

O Stack OverFlow é um site de perguntas e respostas adorado pelos desenvolvedores, iniciantes e entusiastas do universo tech. 

Ele foi lançado em 2008, mas ganhou uma versão em português em 2013, tendo recursos exclusivos para empresas e total acesso de desenvolvedores. 

#DicaCoodesh

O tech recruiter pode, portanto, se valer deste site para consultar o perfil de desenvolvedores candidatos ao seu processo seletivo. Ele precisa entrar na plataforma e consultar alguns detalhes, como o perfil na plataforma, reputação, perguntas feitas e as formas de engajamento deste candidato. 

Como avaliar habilidades de desenvolvedores no LinkedIn?

O LinkedIn é uma rede social focada em relacionamentos profissionais. Nele é possível gerar o próprio currículo e integrar certificados de cursos e testes técnicos. 

Por essa razão, ele é uma ferramenta útil para o tech recruiter na hora de avaliar habilidades de desenvolvedores. 

Afinal de contas, o LinkedIn conta com aproximadamente 51 milhões de usuários apenas no Brasil. Portanto, o recrutador encontrará o profissional de tecnologia por lá.

#DicaCoodesh 

O Linkedin é uma ótima ferramenta para avaliação de perfil de candidatos, pois lá é possível avaliar as experiências, formação e capacitações realizadas pelo candidato. Por ser uma forma alternativa ou complementar ao currículo do candidato, é um local que está sempre atualizado.

CONFIRA TAMBÉM: 

Por que você não está conseguindo contratar talento tech?

Outra questão que pode ser considerada é o envolvimento do candidato com a rede, ou seja, se possui contribuições em grupos específicos na área e se compartilha conteúdos relacionados à sua especialidade. 

Outra questão relevante é que você pode buscar profissionais mapeados como “buscando emprego”, que geralmente estão mais abertos a receber abordagens de recrutadores.

Em síntese, o time de RH da Coodesh avisa que GitHub, Stack OverFlow e LinkedIn são ferramentas que ajudam a avaliar habilidades de desenvolvedores. 

Por mais que algumas funcionalidades sejam restritas a perfis pagos, é possível buscar desenvolvedores, analisar as informações públicas e conduzir o processo de recrutamento de forma mais assertiva. 

E, agora, uma #DicaCoodesh de bônus: conheça as tecnologias e pense com cautela na abordagem, pois desenvolvedores costumam ser bastante críticos com recrutadores despreparados. Então faça sua lição de casa.

Como a Coodesh ajuda a avaliar habilidades de desenvolvedores? 

A Coodesh é uma startup de HR Tech voltada para ajudar as empresas a recrutar e contratar desenvolvedores e outros profissionais de tecnologia. Por isso, temos uma plataforma completa onde você pode anunciar vagas, receber e gerenciar candidaturas. 

LEIA MAIS: 

Como avaliar diferentes perfis de desenvolvedores

Tudo de forma automatizada para que o tech recruiter ganhe tempo para o que realmente importa: encontrar os melhores talentos tech para preencher suas vagas. 

Veja a seguir alguns dos recursos disponíveis na nossa plataforma de recrutamento tech. 

Scorecard 

O Scorecard é uma ficha digital de autoavaliação preenchida pelo próprio candidato ou candidata. Ele marca se é nível iniciante, intermediário ou avançado nas stacks apresentadas. Desse modo, o resultado da autoavaliação pode ser usado pela pessoa recrutadora para indicar o nível de conhecimento do candidato. 

O teste é rápido e preciso, pois tem aplicações inclusive na entrevista técnica. Além disso, é bom lembrar que a equipe de recruiters da Coodesh realiza toda a análise, dependendo do plano escolhido pela sua empresa. Ao final, você recebe relatórios completos dos candidatos já validados, otimizando assim o seu processo seletivo. 

Testes técnicos 

Os testes técnicos da Coodesh avaliam, principalmente, as hard skills das pessoas candidatas. Dessa maneira, os resultados ajudam você a avaliar habilidades de desenvolvedores de um jeito mais assertivo do que apenas na entrevista técnica tradicional. 

Quer saber mais como eles funcionam? Então, acompanhe as explicações do CTO da Coodesh, Cristiano Albano, sobre cada avaliação da nossa plataforma. 

contrate desenvolvedores

Teste técnico de lógica de programação 

Os testes de lógica de programação observam a habilidade da pessoa candidata ao gerenciar estruturas de dados, recursividade, reutilização de código e performance ao implementar uma aplicação coesa e que atenda aos requisitos.

Teste de conhecimentos práticos e cenários reais

Utilizamos testes baseados em aplicações reais, com instruções que permitem ao candidato conhecer os aspectos do que será entregue para serem implementados de acordo com os melhores padrões de projeto conhecidos pela pessoa desenvolvedora.

Entrevista técnica

A entrevista técnica consiste na exploração da experiência do candidato através da combinação de análise curricular, códigos desenvolvidos, explanação sobre projetos nos quais esteve envolvido, metodologias e demais áreas relacionadas, como desenvolvimento, gestão e planejamento estratégico. 

Desta forma, pode-se obter um quadro da atuação da pessoa candidata e grau de envolvimento com as diversas tarefas que a vaga desejada engloba.

Testes com linguagens de programação e frameworks

Já os testes com frameworks levam em consideração o conhecimento dos recursos disponíveis e a capacidade de estender a aplicação para cumprir os objetivos e manter os padrões estabelecidos pelo framework.

Quais são os recursos da Coodesh para avaliar habilidades de desenvolvedores? 

Dentro da plataforma, o desenvolvedor pode validar seus conhecimentos, enquanto o tech recruiter ganha mais subsídios para a avaliação. 

Sendo assim, conheça os principais testes técnicos incluídos na plataforma. 

Fast Challenge 

O Fast Challenge é um recurso exclusivo da Coodesh. Ele consiste em uma prova teórica técnica com perguntas relacionadas à área de atuação da pessoa candidata. 

O percentual de acertos fica visível. Portanto, a pessoa recrutadora pode avaliar o nível de conhecimento do developer. 

Project Challenge

O Project Challenge corresponde a desafios onde a implementação de código deve ocorrer de acordo com a linguagem e framework solicitados. 

Estes testes podem apresentar requisitos obrigatórios e opcionais, sendo necessário revisar as dependências entre estes requisitos e suas possíveis interações.

Teste técnico de Back-end (Node.js, Java, C#.NET, Laravel, Ruby ou Python Flask)

Os testes técnicos de Back-end, de acordo com os requisitos do projeto, irão considerar principalmente os conhecimentos em: construção da Rest API, CRONs, scraping, aplicações CLI, qualidade de código, domínio em back-end com a linguagem/framework sugerido, banco de dados, testes unitários, Domain Driven Design (DDD), Design Pattern e SOLID, bem como o desenvolvimento orientado a segurança.

Teste técnico de Front-end (React, Vue.js ou Angular)

Os testes técnicos de Front-end, de acordo com os requisitos do projeto, irão avaliar os conhecimentos em: consumo de Rest API, qualidade de código, reuso/componentização, domínio em front-end com e sem framework JavaScript, Server Side Render (SSR), SEO, acessibilidade, usabilidade, domínio em HTML5 / CSS3, uso de pré processadores CSS, testes unitários e/ou ponto a ponto.

Teste técnico de DevOps

Os testes técnicos de DevOps, de acordo com os requisitos do projeto, vão considerar principalmente os conhecimentos em: uso de gerenciador de repositórios, qualidade de código, organização do projeto, desenvolvimento orientado a segurança, uso de ferramentas de automação, documentação, domínio / uso de SQL.

Teste técnico de Mobile (React Native, Flutter, Swift ou Kotlin)

Os testes técnicos de Mobile, de acordo com os requisitos do projeto, levam em conta os conhecimentos em: consumo de Rest API, qualidade de código, reuso/componentização, domínio em Mobile com e sem framework, acessibilidade, usabilidade e testes unitários.

Teste técnico de Python e Data Science

De acordo com os requisitos do projeto, os testes técnicos de Data Science irão considerar principalmente os conhecimentos em: construção da relatórios, análise de dados, Jupyter Notebook, Google Colab, domínio em Python com as bibliotecas/frameworks sugeridos, banco de dados, desenvolvimento orientado a segurança.

Teste comportamental 

Além das hard skills, as soft skills também devem ser apuradas no momento do recrutamento. Isso porque, como você viu acima, é importante encontrar uma pessoa candidata completa, que possua as condições técnicas ideais, mas também qualidades comportamentais que estejam alinhadas à vaga e à equipe. 

Portanto, um teste de soft skills realizado pela Coodesh é o mapeamento comportamental, com base no Profiler. Com ele é possível identificar pontos positivos e negativos do comportamento da pessoa candidata. Assim, tomar uma decisão mais acertada. 

O teste é realizado na plataforma pelo próprio desenvolvedor, que responde um formulário capaz de identificar como seu comportamento se encaixa entre os quatro perfis resultantes: executor, comunicador, planejador e analista. 

Conclusão 

O sucesso da empresa começa pela contratação de funcionários capazes. No entanto, encontrar esses profissionais nem sempre é um caminho fácil. Uma queixa frequente entre os recrutadores é a falta de profissionais qualificados e a falta de disposição, pois muitos já estão colocados no mercado de trabalho. 

Desse modo, avaliar habilidades de desenvolvedores pode ser uma tarefa árdua sem a ajuda de uma plataforma especializada, como é o caso da Coodesh. Afinal, possuímos todos os fluxos validados e aprovados por centenas de empresas parceiras. 

Para saber mais informações sobre como contratar de forma rápida, segura e simples, clique neste link. Agende uma call com nossos representantes aqui e tire suas dúvidas.

Escrito por Gabriel Ferreira

Co-fundador/COO na Coodesh, Bacharel em Sistemas de Informação, empreendedor, especialista em produto e desenvolvedor de software. Ajudo recrutadores e CTOs a automatizar o processo de avaliação técnica através da plataforma Coodesh com desafios alinhados as reais demandas do mercado tech.

o que é metaverso

O que é metaverso?

scorecard e matriz de competências

Scorecard e Matriz de Competências: como usar para contratar os melhores desenvolvedores