Code Assessment Platform: conheça plataformas para testar desenvolvedores

Code Assessment Platform: conheça plataformas para testar desenvolvedores

A contratação de desenvolvedores pode ser mais assertiva e ágil com a ajuda de uma code assessment platform. Afinal, o recrutador sozinho não dispõe de todas as ferramentas necessárias para avaliar e testar o programador de forma rápida e completa. 

No entanto, para saber se esta é a melhor solução para o seu negócio, antes de tudo você precisa conhecer o conceito, entender as suas aplicações, saber quem são as grandes marcas que já utilizam essa solução para, enfim, decidir se deve investir nestas plataformas. 

Por isso, apresentamos neste artigo um breve resumo do que é uma code assessment platform, quais os cenários envolvidos, exemplos pelo mundo e as soluções que a Coodesh apresenta ao mercado brasileiro e internacional. 

O que é Code Assessment Platform? 

Em português, Code Assessment Platform quer dizer Plataforma de Avaliação de Código. Mais comumente conhecido como: plataformas para testar desenvolvedores. Trata-se de uma plataforma digital que avalia as habilidades técnicas dos candidatos com testes técnicos de código em linguagens de programação ou frameworks mais comuns no mercado tech. A avaliação pode ser feita com a aplicação de testes técnicos de código fonte aprofundados, questionários comportamentais e entrevistas em live coding. 

Mas afinal, por que estamos falando em code assessment platform? O RH sozinho não tem condições de avaliar desenvolvedores? 

No mundo corporativo, as empresas oferecem soluções muito parecidas. O que as diferencia no mercado, muitas vezes, são as pessoas que fazem parte do quadro de funcionários. 

Estratégia

E quando falamos de um profissional estratégico, como é o desenvolvedor, é ainda mais importante ter assertividade no recrutamento. 

Isso porque o desenvolvedor é responsável por pensar todas as etapas do seu produto digital, como um software ou um aplicativo. Então, reflita: se o seu negócio depende muito de um produto robusto e funcional, é melhor caprichar ao máximo no momento da contratação do desenvolvedor. 

O modo tradicional de contratação envolve apenas a divulgação da vaga, a triagem dos currículos e a entrevista com o coordenador do RH ou com o futuro gestor. Entretanto, o próprio mercado já comprovou que esse jeito de contratar desenvolvedor pode não funcionar tão bem ou de forma ágil. É preciso ir além. Como resposta, uma code assessment platform tem soluções completas para entregar pessoas já validadas, que passaram por um conjunto de testes aprofundados. 

Por que o RH moderno precisa de uma plataforma de avaliação de código? 

Como você já sabe, o processo de contratação de desenvolvedor e até mesmo de outros profissionais é importante, pois vai refletir nos resultados da empresa. Portanto, ele deve ser feito de maneira completa e livre de preconceitos. 

Isso porque, no método tradicional de seleção de currículos, as pessoas candidatas tornam-se apenas papéis e não têm a chance de demonstrar suas habilidades verdadeiras. 

Assim, com a ajuda de uma plataforma de avaliação, o seu RH deixa todo o processo de triagem e recrutamento com uma empresa especializada, que estudou e testou várias ferramentas antes de colocá-las no mercado. 

Finalmente, o seu RH tem a garantia de estar passando por um processo já validado e comprovado por outras empresas e startups. Assim, reduzem-se as chances de erro por parte do seu RH. 

No processo tradicional, o departamento gasta muito tempo desde o anúncio da vaga até a seleção do talento. Com uma code assessment platform, você pode gerenciar candidaturas dentro de um fluxo com perfis avaliados e verificados em suas habalidades. Além disso, você recebe candidatos validados acompanhados dos relatórios de desempenho em todas as etapas. 

Dessa maneira, você poderá focar em outros processos, como o onboarding e o desenvolvimento do colaborador durante seu ciclo dentro da empresa. 

Quem utiliza Code Assessment Platform? 

  • Tech Recuiter, Especialistas em Recrutamento e Head de Recrutamento: as pessoas do RH Tech conseguem acelerar o processo usando ferramentas para testar e validar diferentes habilidades técnicas dos profissionais no fluxo. Assim, sem precisar do time interno de tecnologia da empresa ajudando com as correções e análises dos resultados.

  • CTOs: líderes nos times de produtos e engenharia podem usar os relatórios aprofundados gerados em code assessment platform após o processo para definir um onboarding estratégico ao futuro desenvolvedor contratado. Planos de desenvolvimento individual (PDI) podem ser criados com base nos resultados. Enfim, é possível apontar ao developer contratado, de maneira mais cirúrgica, algumas formações tecnológicas complementares para sua carreira.

  • Empreendedores, Fundadores e Startups: geralmente startups possuem um time enxuto e limitado para fazer todas as etapas de um processo de recrutamento tech. No início de uma empresa cada hora importa e corrigir testes técnicos de candidatos não é uma tarefa produtiva. Líderes, fundadores e time de developer podem utilizar ferramentas de validação para automatizar o fluxo de testes técnicos e obter percepções mais precisas para as tomadas de decisões com relação aos candidatos no funil. É recomendado para startups early stage, growth (em crescimento acelerado) e ScaleUps.

  • Consultorias de Recrutamento & Seleção: em consultorias de recrutamento, existem grandes volumes de demandas de vagas por empresas e também muitos perfis nos funis de aquisição de talentos. Com uma demanda tão alta, é necessário ter tecnologia para automatizar o processo de forma eficiente e sem perder o timing dos melhores candidatos no funil.

É possível utilizar plataformas de testar desenvolvedores (code assessment platform) também em Big Companies, CORPs, Grandes Empresas e até mesmo em conjunto com as disciplinas dos cursos em escolas de programação, bootcamps e universidades.

Dicas de Code Assessment Platforms para avaliar desenvolvedor ou programador

1. Coodesh 

Vamos começar explicando sobre a nossa startup. A Coodesh é uma startup brasileira fundada em 2019 pelos programadores e empreendedores: Gabriel Ferreira, Glaydston Veloso e Cristiano Albano.

Ela possui uma plataforma completa para automatizar os fluxos de aquisição de talentos em tecnologia, validar as soft skills dos candidatos através de um assessment de mapeamento comportamental e conta com uma ferramenta pioneira de Code Assessment no Brasil que valida os desenvolvedores de forma aprofundada em 4 pilares nas principais tecnologias, linguagens e frameworks do mercado.

Funciona assim: você precisa contratar desenvolvedores Back-end Node.js? A Coodesh automatiza os funis de entrada de profissionais interessados na tecnologia Node.js, roda um algoritmo de scorecard de autoavaliação, mapeia históricos de contribuições de código-fonte, valida o perfil com um teste de soft skills e aplica a melhor dinâmica de teste técnico em Node.js de acordo com a senioridade e possível ritmo de entrega do candidato. Sempre garantindo a melhor experiência e engajamento do desenvolvedor ou programador no fluxo.

Além disso, a plataforma conta com uma base de milhares de profissionais que acessam gratuitamente, todos os dias, para resolver desafios técnicos de código-fonte, treinar para entrevistas técnicas e conseguir o tão sonhado emprego na área tech.

Ao fazer seu cadastro gratuito na plataforma, o desenvolvedor poderá ser avaliado com um ou mais testes técnicos de código. Confira: 

Scorecard

É um questionário em que o developer se autoavalia em relação às principais stacks da carreira que escolhe ao entrar na plataforma. A pontuação fica visível ao tech recruiter. Assim, ele pode selecionar as pessoas pelo nível de conhecimento na tecnologia mais utilizada pela equipe de desenvolvimento. 

Tech Challenges (Testes Técnicos)

Para comprovar suas habilidades descritas no currículo e relacionadas à stack da vaga, o desenvolvedor é convidado a realizar testes técnicos, que podem ser um Fast Challenge ou Project Challenge.

  • Fast Challenge: é um teste no formato de dinâmica. Ele é conduzido com profissionais estratégicos no fluxo que podem estar sem tempo para se dedicar, de imediato, a um teste. Ele também pode ser aplicado a desenvolvedores de software com um histórico de desempenho acima da média. O Fast Challenge também pode ser usado como validação de conhecimentos teóricos ou, ainda, para o developer que deseja treinar suas habilidades recém adquiridas.

  • Project Challenge: é projeto com código fonte e/ou live coding. O desenvolvedor faz um teste técnico aprofundado. Ele pode escolher o projeto conforme o tipo de carreira que está seguindo, de acordo com a linguagem para a resolução do projeto ou ainda se basear no perfil dos convites de oportunidades de emprego que recebeu ao entrar na plataforma. Além disso, uma empresa pode selecionar a entrega do projeto apenas em Java, por exemplo. Mas ela também pode deixar o candidato escolher qual a melhor linguagem para resolver o problema no contexto apresentado. Nessa modalidade, a plataforma disponibiliza um guia e uma ferramenta para o DEV realizar uma gravação da solução do challenge.

Ambos os tipos de testes técnicos estão disponíveis na plataforma Coodesh para serem resolvidos nas tecnologias: Node.js, React.js, Vue.js, Angular 8+, PHP Laravel, Python, C# .NET Core, Java, Spring Boot, Ruby, Elixir e Go Lang.

Ao final, o tech recruiter também recebe um relatório com o desempenho do DEV. Saiba mais informações clicando no link a seguir: Avaliar e contratar desenvolvedores.

Teste comportamental

A Coodesh utiliza uma ferramenta integrada de validação de soft skills. É um teste comportamental completo que utiliza 7 metodologias. Em menos de 5 minutos, o candidato responde um questionário onde é possível extrair cerca de 50 informações sobre a pessoa. Desse modo, o tech recruiter conhecerá antecipadamente o perfil do candidato e poderá identificar se ele tem os atributos desejados para assumir a vaga, seja ela mais operacional ou de liderança. O teste, aliás, pode resultar em 4 tipos de perfis: comunicador, executor, analista e planejador

Todas essas vantagens apontadas (e outras) completam as funcionalidades da Coodesh. Para saber em quais planos elas estão disponíveis converse com o nosso time comercial, pois ele ajuda as empresas a obterem os melhores resultados

2. Codesignal 

Sediada em San Francisco, Califórnia, a Codesignal foi fundada em 2015 e ajuda empresas de todos os tamanhos e segmentos a contratarem profissionais de tecnologia. 

O método de avaliação é baseado em competências, com entrevistas técnicas automatizadas que podem ser acompanhadas ao vivo pelos recrutadores. A Codesignal atende clientes como Uber, Facebook e Zoom. 

3. Coderbyte 

A Coderbyte tem soluções voltadas ao desenvolvedor e às empresas. Com sede em Nova York, ela mantém um aplicativo de avaliação do profissional tech. Assim, desafios de código e cursos de desenvolvimento web podem ser feitos pelo próprio aplicativo. O desenvolvedor não precisa, portanto, recorrer a outras ferramentas para se preparar para o mercado de trabalho. Enquanto isso, do lado do empregador, a Coderbyte tem um produto de triagem técnica para ajudar no recrutamento com mais precisão. 

4. Codility 

A Codility também é uma code assessment platform que ajuda os RHs a testarem desenvolvedores com mais agilidade. A sede é em San Francisco, Califórnia, porém há filiais em Londres, Varsóvia, Berlim e outros. A plataforma já contabiliza mais de 30 mil triagens e entrevistas técnicas por mês. Para saber mais sobre os produtos, acesse o site da marca. 

5. DevSkiller 

A DevSkiller – plataforma de avaliação de profissionais de tecnologia – tem o diferencial de gerir as competências técnicas ao longo de todo o ciclo de vida do colaborador e não apenas no recrutamento. Ela oferece dois produtos principais: TalentScore (para a fase de recrutamento) e o TalentBoos (para a etapa de acompanhamento do colaborador já contratado). A sua sede fica em Warsaw, na Virgínia (EUA), e você pode consultar mais detalhes na página inicial da plataforma. 

6. HackerRank

A HackerRank é uma plataforma de contratação de profissionais de tecnologia, sendo utilizada por mais de 2.600 empresas em todo o mundo. Ao permitir que tech recruiters e gerentes de contratação avaliem objetivamente o talento em cada estágio do processo de recrutamento, o HackerRank ajuda as empresas na tomada de decisão. A empresa é sediada em Mountain View, Califórnia, e tem uma base de desenvolvedores por todo o mundo. 

7. TestGorilla

A TestGorilla avalia desenvolvedores para as empresas e startups indo além do currículo, que não é considerado um caminho de avaliação completa, além de correr o risco de descartar grandes talentos para as empresas. Sediada em Amsterdam, Holanda do Norte, a empresa valida o desenvolvedor e facilita a escolha por parte da empresa. 

Conclusão

Para o RH, a parceria com uma code assessment platform é de extrema importância para conhecer os pontos fortes e os pontos de melhoria do futuro colaborador, seja ele um desenvolvedor ou qualquer outro profissional de tecnologia. Tudo isso baseando-se em testes e metodologias já referenciadas no mercado. 

Assim, a empresa pode ter a certeza de que fez a escolha certa, reduzindo assim o turnover, os gastos com recrutamento e a energia dispensada pelos recruiters na fase de recrutamento, que é a mais trabalhosa. 

Nesse sentido, se você deseja conhecer melhor os serviços da Coodesh e experimentar como uma completa code assessment platform funciona na prática para o seu negócio, faça o seu cadastro na plataforma e aproveite o plano Free.

Escrito por Gizele Silva

Formada em jornalismo, sou apaixonada por comunicação e tecnologia, além de adorar descobrir as soluções que o marketing de conteúdo traz aos negócios.

Coodesh: do hello world até a startup

Coodesh: do hello world até a startup

O que é Cucumber?