Conheça a importância do RH Tech e as vantagens para a sua empresa

importância do RH Tech

A importância do RH Tech se revela na otimização do tempo e nas decisões acertadas dos recrutadores técnicos na composição das equipes. Mas como entender esse nicho de mercado que está em constante evolução? Como ele pode contribuir para os resultados da sua empresa? Neste conteúdo, você pode compreender melhor esse cenário. Além disso, vislumbrar formas de melhorar o seu recrutamento e seleção de profissionais de tecnologia. 

Quando falamos em crescimento desse nicho, devemos lembrar que ele ainda está iniciando no Brasil e tem potencial para crescer ainda mais. Mas só para ter uma ideia, a Distrito (maior ecossistema de transformação e inovação aberta no país) pesquisou o setor. 

O estudo “Distrito HR Tech Report” de 2021 apontou que há 356 HRTechs em atividade no Brasil. Elas são divididas da seguinte forma: Desenvolvimento e Gerenciamento de Talentos (42,9% de fatia do mercado); Recrutamento e Seleção (28,2%); HR Core (25,5%), Office Services (1,9%); HRMS (1,3%); e Offboarding (0,3%).

Pelo volume investido no setor, dá para perceber o quanto ele está aquecido. Desde 2000, segundo reportagem da Revista PEGN, ele atraiu R$ 3,4 bilhões em investimentos. 

Sem dúvidas, a importância do RH Tech é evidente. Veja a seguir o que é RH Tech e o seu conceito. 

O que é RH Tech? 

Primeiro vamos destrinchar o termo: RH (Recursos Humanos) ou HR (Human Resources) e Tech (Tecnologia). Juntas, essas denominações representam as empresas que desenvolvem softwares para automatizar processos e digitalizar tarefas do setor de RH. O objetivo dessa automatização é aumentar a eficiência, a inteligência e a produtividade do setor. 

Desse modo, entre as tarefas automatizadas com a ajuda da tecnologia estão: 

  • Folha de pagamento; 
  • Controle de jornada;
  • Remuneração de funcionários; 
  • Recrutamento e seleção; 
  • Onboarding (admissão) e Offboarding (desligamento);  
  • Gestão de benefícios. 

Embora pareça mais “jovem”, o termo vem dos anos 90 com os primeiros job boards. Portanto, desde então a tecnologia vem entrando em cena para facilitar o trabalho dos recrutadores, chamados de tech recruiters nesse contexto. 

Quais as características do RH Tech?

Pelo que você já leu até aqui, dá para entender as principais diferenças do HR Tech com relação ao tradicional. Mas ainda vem mais por aí. Confira agora as suas principais características: 

  • Otimização de recursos e do tempo do recrutador;
  • Processos mediados pela tecnologia; 
  • Utilização e acompanhamento de métricas; 
  • Integração de processos de diferentes setores, como RH e TI (Tecnologia da Informação); 
  • Uso de algoritmos a favor do recrutamento, visando encontrar os talentos ideais; 
  • Feedbacks na conclusão de cada etapa, promovendo assim um recrutamento humanizado;
  • Possibilidade de concentrar todos os serviços (como questões burocráticas e benefícios) em um único aplicativo).  

Lembrando que há HR Techs de diferentes setores (recrutamento, onboarding, controle de ponto etc), cada qual com suas características peculiares. 

Quais as vantagens do HR Tech? 

Como o tema deste artigo é a importância do RH Tech, não podemos deixar de falar das vantagens desse formato na gestão de pessoas, seja na atração ou na retenção de talentos de tecnologia, bem como no controle da jornada e na emissão dos benefícios. Confira! 

Otimização dos processos de recrutamento e seleção: não há dúvidas de que a automatização substitui em poucos segundos, com precisão e qualidade, os processos que nós, humanos, levamos horas para fazer; 

Gerenciamento de contratações, demissões, salários e outros: é claro que esses processos ainda dependerão da supervisão das pessoas do RH, no entanto, softwares de gestão contribuem para a melhor gestão do tempo do profissional; 

Monitoramento da produtividade dos colaboradores: com os programas de controle de produtividade, é mais fácil acompanhar o desempenho das pessoas do time de tecnologia, criar relatórios e definir métricas; 

Facilitação da gestão de benefícios: como fazer a gestão de benefícios, como vale-refeição e vale-refeição, com equipes remotas? Além disso, com as presenciais também é necessário contar com um HR Tech de benefícios para agilizar os trabalhos. Assim, se consegue atrair mais talentos e mantê-los. 

Redução de custos por meio da automação de tarefas: com os recursos disponíveis nas plataformas de RH Tech não é preciso ter uma equipe com várias pessoas ou empreender inúmeros processos para a gestão do RH. 

Como funciona o RH Tech?

Para compreender melhor a importância do RH Tech nas tarefas da pessoa recrutadora, antes de tudo é preciso entender como ele funciona. 

Portanto, o RH moderno tem alguns fundamentos que você precisa conhecer. Vamos falar sobre a automatização do funil de recrutamento, a gestão de benefícios com o auxílio da tecnologia, o acompanhamento das jornadas e o recrutamento e seleção (geral e específico). Acompanhe! 

Automatização do funil de recrutamento

Mas afinal o que é funil de recrutamento e a importância do RH Tech nesse processo? Basicamente, ele consiste nas etapas do recrutamento, desde a atração de pessoas até a seleção final.

Portanto, quando ele é automatizado, permite a melhor visualização das etapas e dos feedbacks aos candidatos. Nesse sentido, após receber os currículos, o próprio sistema utiliza algoritmos e filtros pré-selecionados para a pré-triagem. Entre os critérios estão senioridade, formação, cidade etc. 

Gestão de benefícios 

Com uma HR Tech de benefícios, é possível fazer a gestão de benefícios, como vale-alimentação, vale-refeição, auxílio home office, vale cultura, entre outros, em uma única plataforma. Assim, sua empresa tem um ponto positivo a mais para atrair pessoas qualificadas. 

Acompanhamento de jornadas 

O velho cartão ponto pode ser substituído pelas plataformas digitais de controle de jornada. Nesse sentido, você transfere todos os serviços de um ponto físico para um digital. Assim, o seu RH ganha mais tempo e consegue monitorar melhor seu quadro de colaboradores. 

Recrutamento e seleção

O recrutamento e seleção automatizado otimiza o tempo do tech recruiter e é um aliado nas várias etapas de um processo seletivo. Isso porque a empresa pode concentrar todos os procedimentos numa só plataforma e, assim, não correr o risco de perder dados importantes. Outro benefício é o maior controle da gestão de candidatos e procedimentos. 

Portanto, o RH Tech no recrutamento e seleção pode ser voltado à maioria das áreas, seja genérico ou específico, como na área de times de TI e desenvolvimento de softwares. 

Qual a importância do RH Tech para pequenas, médias e grandes empresas? 

A natureza dos RHs tecnológicos atende, principalmente, às empresas. Segundo a pesquisa do Distrito, 67,8% têm atuação B2B, 25,5% atendem os dois públicos e somente 6,7% são voltadas ao B2C. 

Portanto, se há esse esforço do mercado é porque há demanda, especialmente nas pequenas e médias empresas. Elas, aliás, respondem pela maioria dos negócios. Conforme dados do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), 70% das empresas são pequenos negócios, e 30% são médios e grandes empreendimentos. 

Certamente, em cada CNPJ há a necessidade de automatização na contratação de profissionais. Sendo assim, a demanda existe e deve continuar aumentando em busca de inovação. 

Pequenas e médias empresas: nesta fatia do mercado, que representa a grande maioria dos negócios, a importância do RH Tech reside na redução de custos operacionais e agilidade no departamento pessoal. 

Grandes empresas: as grandes companhias precisam de um serviço estruturado de recrutamento tech para tomar decisões acertadas nas contratações. No exemplo das big techs, como as fintechs e foodtechs em atuação, a automatização é necessária diante da demanda diária de profissionais. No cenário competitivo e de inovação, não há tempo de sobra para analisar currículo por currículo, manualmente, nem mesmo fazer o agendamento de entrevistas e dinâmicas usando os métodos do RH tradicional. 

Qual é o futuro do HR Tech? 

Diante desse cenário de transformação digital e de tecnologias emergentes, como Blockchain e Metaverso, a demanda por profissionais de tecnologia continuará crescendo. Assim também deve ocorrer com as demais áreas. 

Como muitas ações do dia a dia estão sendo continuamente substituídas pela automatização, o profissional de RH deverá ter uma visão mais analítica, enquanto que o trabalho corriqueiro e repetitivo ficará concentrado em aplicativos e plataformas digitais especializadas. 

Quais são os exemplos de empresas de RH Tech no Brasil? 

Como você viu neste conteúdo, existem mais de 356 startups de RH no país. Conheça (ou reveja) algumas delas aqui. 

Gupy 

A Gupy automatiza todo o processo de recrutamento e seleção de profissionais de todos os níveis e carreiras. 

Ela utiliza preceitos de Inteligência Artificial, Machine Learning e People Analytics para encontrar os candidatos ideais para as vagas das empresas que utilizam a plataforma. 

Para finalizar, o software da Gupy utiliza algoritmos capazes de identificar mais de 100 características de cada candidato, permitindo assim que o RH encontre os perfis mais compatíveis às vagas. 

Gympass 

A startup foi fundada em 2012 com um modelo de negócios baseado na venda de passes diários de acesso às academias, com um público B2C. No entanto, o modelo não fez sucesso, e a empresa acabou reformulando seu posicionamento e vendendo benefícios às empresas. 

A Gympass apostou no combate ao sedentarismo para se tornar um sucesso. Tanto é que ela é a única HR Tech “unicórnio” até o momento, avaliada em mais de US$ 1 bilhão. 

Sólides 

A Sólides oferece soluções em RH Tech para pequenas e médias empresas, além de grandes organizações, por meio de testes de validação comportamental. 

Dessa maneira, o RH Estratégico pode projetar as características comportamentais do funcionário que deseja contratar. Assim, direciona seu processo seletivo para encontrar o perfil comportamental ideal dentre as opções disponíveis com a atração de candidatos. 

Tangerino 

A Tangerino concentra em formato digital toda a parte burocrática que o RH Tradicional realizava manualmente com papéis que se amontoavam nas mesas. Portanto, com o serviço é possível gerar mais de 20 relatórios com poucos cliques. 

O Departamento Pessoal ainda pode acompanhar folha de ponto, banco de horas, horas extras, relatório de faltas e atrasos, gestão de férias, entre outras funcionalidades possíveis. 

Caju 

A Caju é um serviço de gestão de benefícios voltado a empresas que oferecem cartão de benefícios variados aos seus colaboradores. 

Com um único cartão com a bandeira Visa é possível transferir valores para os funcionários utilizarem o vale-refeição, vale-alimentação, auxílio home office, mobilidade, cultura, entre outros. 

O cartão Caju tem, portanto, mais de 400 mil usuários e é aceito em mais de 2 milhões de lugares diferentes. 

Qulture Rocks 

A Qulture Rocks é uma HR Tech voltada à gestão de avaliação de desempenho, gestão de metas ou OKRs, pesquisas, feedbacks, Plano de Desenvolvimento Individual, People Analytics e muitos outros serviços. 

Portanto, empresas com planos de ações e metas bem definidos utilizam a plataforma para ganhar mais agilidade e precisão no cumprimento de metas. Aliás, o serviço é baseado principalmente em quatro produtos principais: feedbacks instantâneos, metas, avaliações de talentos e 1-on-1s.

Coodesh 

A Coodesh é uma plataforma de avaliação de desenvolvedores e de recrutamento de profissionais de tecnologia. Portanto, ela atua no B2B e no B2C para fornecer soluções para ambos os lados. A startup é 100% remota e possui uma equipe de especialistas que auxilia as empresas parceiras para encontrar os talentos compatíveis às vagas abertas (dependendo do plano contratado). 

A plataforma aplica teste comportamental que identifica mais de 50 características do perfil comportamental do candidato. Além disso, a plataforma disponibiliza tech challenge aos desenvolvedores. O teste é capaz de apurar características, como: 

  • tomada de decisão;
  • bibliotecas utilizadas;
  • boas práticas de escrita de código; 
  • recursos implementados;
  • mapeamento dos casos, para evitar pontos não cobertos pelo código;
  • performance de modo geral. 

Além disso, também é possível agendar e gerenciar entrevistas pela plataforma. Assim, o tech recruiter consegue ter uma visão 360º do perfil dos candidatos mais indicados à vaga, favorecendo assim a tomada de decisão. 

Recrutamento tradicional VS recrutamento tech 

E como estamos falando na importância do RH Tech, não podemos deixar de citar a atuação do tech recruiter que é peça-chave nessa área. Afinal, por RH Tech podemos entender o serviço realizado por meio de uma solução tecnológica para a área de recursos humanos. Já o recrutamento tech está associado ao recrutamento de profissionais de tecnologia.

Para isso, é importante lembrar a diferença entre o recrutamento tradicional e o recrutamento tech. 

O primeiro está relacionado ao papel do recrutador em todas as áreas de atuação, do faxineiro ao executivo. Nele, a pessoa recrutadora faz um pouco de tudo, do recrutamento ao onboarding. 

Além disso, adota um processo padronizado no R&S (Recrutamento e Seleção) para encontrar os talentos certos para as vagas. 

Geralmente, no recrutamento tradicional, as pessoas se candidatam às vagas após o anúncio, seja no site, nas redes sociais ou nas plataformas de recrutamento. 

Enquanto isso, no recrutamento tech, é preciso fazer um trabalho ativo para encontrar os candidatos. Estamos falando do hunting, que é a busca ativa de pessoas qualificadas para as vagas. 

Mas as diferenças não param por aí. O recrutamento tech exige um conhecimento técnico do tech recruiter com relação às tecnologias. 

Basicamente, o recrutador técnico precisa conhecer as funções básicas, como:

E se você que veio do recrutamento tradicional, já estava acostumado a estudar para se atualizar, no recrutamento técnico essa busca do conhecimento deve se tornar um hábito. Afinal, a inovação é uma constante, tanto em linguagens de programação quanto em frameworks, bibliotecas e metodologias. 

Conclusão 

Para crescer de modo sustentável, com resultados positivos em meio aos desafios do cenário econômico, é importante que o RH exerça um papel estratégico na condução de novas contratações. 

Dessa maneira, a importância do RH Tech se revela nos detalhes do dia a dia das tarefas do departamento, atribuindo mais agilidade, precisão e qualidade nos processos seletivos. E agora que você chegou ao final do artigo, conheça melhor a Coodesh acessando a nossa página exclusiva para empresas.

aprendi ruby on rails

Como aprendi Ruby on Rails

o que é scala

O que é Scala?