O que é Django?

o que é django

O slogan de Django é: “um framework para perfeccionistas que possuem prazos”. Por aí, já dá para entender um pouco mais das suas vantagens para desenvolvedores. Criado em 2005, ele tem uma ampla comunidade e se tornou uma tecnologia muito requisitada nas vagas de emprego. Quer saber mais sobre o que é Django? Acompanhe este conteúdo.

Empresas que baseiam seus projetos em Python e Django priorizam agilidade e qualidade na entrega dos seus projetos. Portanto, desenvolvedores Back-end se interessam cada vez mais por aprender a usar o framework. 

Assim como Laravel e Rails, Django é um dos frameworks mais populares do back-end. Isso porque ele é um recurso muito comum nos websites. Um levantamento do portal SimilarTech identificou mais de 77,2 mil sites construídos em Django até 2019 no mundo. 

Talvez por essa razão, o framework marque presença em muitas vagas de emprego: 676 registros nas vagas mais recentes postadas no LinkedIn. 

Quando Django foi criado e por que ele tem esse nome? 

Os desenvolvedores Adrian Holovaty e Simon Willison criaram o framework Django em 2005. Eles trabalhavam em um pequeno jornal em Kansas, nos Estados Unidos, quando precisavam de uma solução para atualizar as páginas do jornal na web com mais rapidez. 

Após várias pesquisas e testes, o framework foi consolidado e distribuído à comunidade de DEVs. Em seguida, ele se tornou um projeto de código aberto e foi publicado sob a licença BSD. 

E agora uma curiosidade: ele foi batizado de Django em homenagem ao guitarrista de jazz Django Reinhardt

Quais as principais características deste framework? 

Com Django, é possível resolver autenticação, rotas, object relational mapper (ORM) e até migrations.

É interessante notar que cada uma destas pequenas aplicações baseia-se no modelo MVT (Model-View-Template). Veja o que cada um deles significa: 

  • Model: é a estrutura que representa os dados desta aplicação; 
  • View: recebe uma requisição e envia uma resposta em retorno; 
  • Template: compreende tudo o que o usuário final pode visualizar no seu dispositivo. 

Para que serve Django? 

O framework de Python pode ser utilizado para criar qualquer tipo de website, como redes sociais e sites de notícias. Além disso, pode ser usado com qualquer outro framework do lado do cliente, entregando conteúdos em formatos variados, como HTML e XML. 

Mas, além disso, ele também serve para: 

Mapeamento de URL: o framework ajuda a evitar que as URLs tenham algum item não desejado, como .php; 

Formulários: é possível criar formulários usando Django. Para isso, você precisará usar os arquivos model.py e views.py; 

Caching: o framework facilita o armazenamento de dados em cache, reduzindo o tempo de resposta a cada vez que o usuário precisar entrar em um site com formulário de login.

Por que usar o framework Django? 

Como foi dito, este framework dá agilidade ao projeto, além de apresentar outros benefícios. É uma tecnologia fácil de usar (reduzindo assim o tempo de aprendizagem do desenvolvedor), seguro, serve de base para muitos projetos e tem um design que prioriza a funcionalidade. 

No entanto, em uma migração de tecnologia, os seus benefícios podem ser sentidos a médio e longo prazo dentro da empresa, que nem sempre gosta de esperar pelos resultados.  

Outro detalhe importante é que Django é moderadamente opinativo, sendo assim, o desenvolvedor também ganha mais liberdade de escolha enquanto está em um projeto com Django. 

Portanto, para quem está interessado em aprender mais, pode primeiramente instalar o Python na máquina e, através do interpretador (pip) instalar o Django. 

Hoje grandes empresas, como Instagram, Spotify, Pinterest e Mozilla, já usam Django e conhecem suas vantagens. 

Conclusão 

Você viu neste artigo do Dicionário Tech o que é Django, um framework que está entre os mais populares do desenvolvimento back-end na criação de websites. 

Agora aproveite para ler também sobre o que é Python e continuar nos acompanhando no blog. 

Somos uma plataforma de recrutamento tech e de validação de desenvolvedores. Saiba mais clicando aqui.

Escrito por Gizele Silva

Formada em jornalismo, sou apaixonada por comunicação e tecnologia, além de adorar descobrir as soluções que o marketing de conteúdo traz aos negócios.

devops kubernetes

Os principais passos para seguir carreira de DevOps Kubernetes

people growth

A tendência do People Growth para construir times em startups