Tech Recruiter Sênior: 8 pontos essenciais deste profissional

tech recruiter sênior

Já pensou em se tornar um Tech Recruiter Sênior, mas ficou em dúvida sobre as principais habilidades exigidas pelo mercado de trabalho para alcançar essa posição? Então, fique atento à leitura deste conteúdo e comece desde já a desenvolver suas skills porque o mercado está bastante aquecido. 

Assim como a busca por desenvolvedores de software está em alta nas empresas e startups, a procura por recrutadores técnicos também segue a mesma curva de crescimento. 

Afinal de contas, é preciso contar com profissionais especialistas em recrutamento de profissionais de tecnologia a fim de ter bons resultados na escolha dos profissionais. 

Sendo assim, confira a seguir pelo menos 8 pontos que devem ser desenvolvidos no seu perfil para ser um Tech Recruiter Sênior. 

1. Agilidade 

Segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o Brasil forma 46 mil pessoas com perfil tecnológico por ano, mas seriam necessárias 70 mil para atingir a necessidade do mercado.

Nesse contexto de escassez, o Tech Recruiter Sênior precisa ter agilidade para conduzir o processo seletivo e dar feedbacks à pessoa candidata em tempo hábil, antes que esse candidato aceite outra proposta de emprego. 

2. Segundo idioma 

Existe um meme nas redes sociais de que se a vaga exige inglês fluente, o salário deve ser pago em dólar. Porém, sabemos que essa não é a regra. Isso porque os profissionais de recrutamento tech são cada vez mais cobrados para falar o inglês ou outra língua. 

Enfim, dominar um segundo idioma é importante porque o profissional pode se deparar com um candidato de outro país. 

Além disso, quase 100% das stacks são em inglês. Portanto, a compreensão da língua inglesa facilitará o entendimento das tecnologias pedidas e a conversa com o desenvolvedor. 

SAIBA MAIS 

Carreira de tech recruiter: como começar?

3. Entender de tecnologia 

Um Tech Recruiter Sênior precisa saber codar? Certamente, não. Mas é essencial que ele entenda o básico da programação, bem como as suas principais funções. Portanto, como ainda há poucos cursos para IT Recruiters no mercado, a maioria dos profissionais atuantes aprendeu na raça, pesquisando vídeos do YouTube e conteúdos de blogs. 

Enfim, quanto mais conhecimento melhor. Lembrando que a entrevista técnica, que avalia as hard skills dos candidatos, não é feita pelo recrutador técnico, e sim pelo CTO ou desenvolvedor mais experiente do time. 

4. Boa comunicação 

Saber ouvir e saber falar, no sentido amplo da ação, é importante para o recrutador de desenvolvedores. Isso porque o profissional que deseja chegar à posição de Sênior necessita ter uma escuta ativa para entender as necessidades da empresa. 

Ao mesmo tempo, ele precisa saber se expressar da melhor forma possível com o entrevistado para extrair o que ele pode oferecer à empresa e que está além do currículo. 

5. Rede de contatos 

É fundamental que o DEV Recruiter tenha contatos de desenvolvedores em suas redes sociais, sobretudo o LinkedIn. Além disso, ele precisa ser um profissional bem relacionado com os desenvolvedores da própria empresa, pois os DEVs podem indicar amigos para as vagas abertas na empresa. 

Dessa forma, é essencial que um profissional experiente da área de recrutamento tech tenha uma participação ativa nas redes sociais e nas comunidades de DEVs contribuindo sempre com a sua rede de contatos por meio das suas postagens. 

6. Saber “vender” a empresa 

Como você já sabe, não é apenas o salário que pesa na escolha do desenvolvedor na hora de aceitar uma proposta de emprego. Nesse sentido, o Tech Recruiter Sênior precisa saber “vender” a empresa no momento da entrevista a fim de mostrar as evidências de que o developer fará uma boa escolha ao aceitar a proposta de emprego. 

E para que isso seja possível, é necessário que o recrutador técnico conheça bem a empresa que representa, a cultura organizacional e os anseios dos gestores com relação à contratação de novos talentos para o time. 

7. Entender o que a empresa precisa 

Esse ponto está muito relacionado ao anterior, pois o Tech Recruiter Sênior deve estar muito alinhado com as expectativas da empresa a fim de que possa recrutar os melhores perfis de desenvolvedores e outros profissionais de tecnologia. 

Para isso, a habilidade da comunicação, já citada neste conteúdo, também é utilizada. Afinal de contas, a pessoa recrutadora precisa conversar com o gestor do time de desenvolvimento para criar um briefing bem definido sobre a vaga e, assim, ter mais assertividade no recrutamento. 

LEIA TAMBÉM 

Tech Recruiter: qual o seu papel no recrutamento de desenvolvedores?

8. Empatia 

A empatia deve ser uma ferramenta de trabalho do recrutador técnico. Isso porque ele vai se deparar com várias situações nas quais o desenvolvedor pode não conseguir expressar todas as suas habilidades em um primeiro contato. 

Assim, é importante que o IT Recruiter tenha esse olhar para compreender o momento em que o entrevistado está vivendo e, assim, entender como reverter o quadro para alcançar um bom resultado no recrutamento. 

Como definir um Tech Recruiter Sênior?

Como nas demais profissões, a senioridade é um ponto importante. Isso porque ela define a progressão num plano de carreira, a faixa salarial e o nível de autonomia e autogerenciamento dentro da equipe. 

Normalmente, as empresas definem a senioridade pelos anos de experiência. Portanto, profissionais com menos de dois anos de profissão são considerados do nível Júnior, passando para Pleno (com até 5 anos de experiência) e chegando a Sênior (com mais de 5 anos de experiência). 

Entretanto, essa delimitação pode acabar engessando o processo seletivo para o próprio Tech Recruiter. Nesse contexto, as empresas têm absorvido mais a ideia de se trabalhar com as habilidades do profissional. Sendo assim, muitos tech recruiters com dois anos de carreira já podem ser considerados Sênior conforme se encontra o seu conhecimento. 

Por essa razão, se você é um recrutador técnico com menos de cinco anos de experiência, saiba que é possível desenvolver seu conhecimento teórico e prático para ser considerado um profissional do nível Sênior. 

Como é a curva de aprendizado? 

A profissão de Tech Recruiter, também conhecida como IT Recruiter ou Dev Recruiter, é relativamente recente. Inclusive, ela acompanha o crescimento na procura pelos profissionais de TI. 

Nesse sentido, muitos profissionais que hoje são Tech Recruiters Sênior vieram do RH tradicional. Mas eles também são de formações distintas, sobretudo da Psicologia, Gestão de Recursos Humanos e Administração. 

Sendo assim, para profissionais que já atuavam com o RH, a curva de aprendizado nesta carreira é mais curta. Afinal, os conhecimentos de recrutamento e seleção já estão intrínsecos a este profissional. 

Contudo, para as pessoas que estão migrando de outras áreas, inclusive do desenvolvimento, é importante procurar cursos de formação em recrutamento tech. 

Como é a empregabilidade para Tech Recruiter Sênior? 

Como tratamos neste conteúdo, a empregabilidade para Tech Recruiter Sênior está em alta. Esses profissionais são fundamentais na atração e seleção de desenvolvedores, designers, product owners e muitos outros ligados ao ecossistema das startups. 

Além de poder trabalhar em grandes empresas, eles também encontram oportunidades nas PMEs (Pequenas e Médias Empresas) e nas startups emergentes. 

Em uma busca no LinkedIn, por exemplo, encontramos 224 vagas abertas para tech recruiters. E o salário é bastante atrativo: R$ 7.233,00, em média, segundo levantamento do Glassdoor. 

Conclusão 

Ser um Tech Recruiter Sênior é contribuir para os resultados de uma empresa que investe em soluções tecnológicas que exigem profissionais qualificados e comprometidos. O profissional de recrutamento é uma peça-chave neste processo. 

Reconhecendo a sua importância, a Coodesh desenvolveu uma plataforma que auxilia os tech recruiters a encontrar os melhores perfis de desenvolvedores. Nela, o recrutador tem acesso ao anúncio de vagas, gerenciamento de candidaturas, teste comportamental e técnico. Além disso, dependendo do plano escolhido, também terá o apoio dos especialistas em recrutamento tech da Coodesh. 

Quer saber mais? Preencha o formulário para ter acesso a uma demonstração do nosso produto.

#21 Coodesh DevTalks sobre carreira Full-stack

Carreira de Full-stack: como começar?

criar sua marca pessoal

Explore dicas de como criar sua marca pessoal como desenvolvedor