in ,

Como publicar vagas para DEVs na Coodesh?

vagas para devs na coodesh

Publicar vagas para DEVs exige um certo trabalho, não é mesmo? Afinal de contas, é preciso atrair candidatos (as) capacitados (as) para compor o seu time. Sendo assim, uma série de detalhes deve ser observada, incluindo soft e hard skills. 

É bom ressaltar que os meios tradicionais de recrutamento não funcionam na caça a talentos tech. Agências de recrutamento e seleção habituadas a encaminhar candidatos aos seus clientes podem ter dificuldade na hora de escolher pessoas que precisam dominar as diferentes linguagens da Tecnologia da Informação. 

Sendo assim, mesmo que seja superada essa dificuldade inicial, é bom lembrar que nem sempre os developers mais capacitados estarão buscando uma recolocação profissional ou novo emprego

Portanto, os DEVs podem estar felizes em seus postos de trabalho, em startups que oferecem piscina de bolinha no escritório ou trabalho remoto com jornadas flexíveis. 

Então, os headhunters entram em ação. E os desafios não param por aí. Afinal de contas, eles se viram para encontrar os melhores developers para compor o time dos seus clientes. 

Não faltam desafios na hora de divulgar vagas para DEVs, não é mesmo? Por isso, aproveite para ler este artigo e ficar por dentro de como conduzir de maneira assertiva o recrutamento e a seleção de developers para o seu negócio escalar resultados. 

O que levar em conta na hora de divulgar vagas para DEVs? 

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que o processo de recrutamento e seleção já começa na hora de definir o que escrever na vaga para developers. 

Sendo assim, não é preciso “escrever um livro” na hora de montar uma vaga, mas também não é recomendado ser sucinto demais, pois os DEVs interessados podem se sentir inseguros em participar do processo seletivo. 

Por isso, acompanhe as seis dicas que separamos para você. 

Dica #1 – Defina sua demanda 

Portanto, é interessante saber qual é a sua demanda. Sendo assim, defina internamente qual é o perfil de developer que você deseja contratar. Se é front-end, back-end, mobile ou full-stack, por exemplo. 

Dica #2 – Identifique o nível de experiência 

Certamente, você fez um planejamento financeiro antes de abrir a oportunidade, não é verdade? Aliás, no planejamento você já deve prever o nível de experiência do profissional a ser contratado. 

Se você tem condições de treinar o DEV e está com orçamento mais enxuto, é interessante anunciar que está contratando um profissional nível Júnior. 

Porém, se as responsabilidades são mais complexas, é bom indicar a necessidade de um developer Pleno. Mas se a demanda é de um profissional completo, que lidere equipes, você precisa selecionar alguém Sênior. 

Dica #3 – Informe as habilidades técnicas 

Na hora de montar sua vaga, um detalhe muito importante é colocar as habilidades técnicas, ou seja, as linguagens que o candidato deve dominar. 

Isso porque, assim, você consegue selecionar melhor os candidatos e, como consequência, economizar tempo para você e para a pessoa interessada. 

É interessante, portanto, colocar pelo menos as habilidades obrigatórias, como HTML, CSS e Javascript. 

Dica #4 – Descreva os requisitos 

Enquanto que no passo anterior, você elencou superficialmente as habilidades técnicas, agora é de hora de descrever os principais requisitos da vaga com maior detalhamento. 

Esse passo é importante na divulgação de vagas para developers porque se você não inserir essas informações no anúncio pode afastar candidatos que seriam perfeitos para o cargo. Ou, pelo contrário, pode atrair candidaturas de pessoas não qualificadas para a vaga. 

Sendo assim, seja claro e direto, informando a experiência desejada, o domínio dos códigos e até mesmo as características comportamentais, como se dar bem em equipe e não ter medo de “sujar as mãos” para se envolver no processo. 

Dica #5 – Esclareça pontos nas especificações 

O trabalho remoto pode ser um atrativo para DEVs

Nas especificações das vagas, é interessante que o futuro empregador coloque informações gerais, mas úteis, como:

  • jornada (se é part-time ou full-time); 
  • local (se é presencial ou remote); 
  • salário (fica a critério da empresa); 
  • tipo de contratação (se é contrato PJ ou regime CLT).

Dica #6 – Informe os atrativos da empresa ou startup 

Talvez seja neste ponto que você vai fisgar o seu futuro developer. Isso porque, como sabemos, a demanda é maior que a oferta no mundo DEV. Sendo assim, os atrativos da sua empresa podem ser o diferencial para atrair o candidato certo. 

Não tenho medo de ser criativo. Informe os detalhes mais burocráticos, como plano de saúde e Programa de Participação nos Lucros, assim como os detalhes mais curiosos, como competições de masterchefs na equipe ou day off de aniversário. 

E, então, você já vinha adotando essas medidas na hora de divulgar vagas para developers? Se não, que tal se dedicar a isso na próxima oportunidade? 

Por que é importante contar com uma plataforma de vagas para DEVs? 

Como você viu no início desse conteúdo, o recrutamento e seleção de developers leva em conta detalhes que não são relacionados à contratação de outros membros da equipe. 

Isso porque a transformação digital aumentou, em muito, a demanda por programadores nas empresas e startups. Mesmo dentro das startups houve um crescimento de fintechs, que também exigem mão de obra qualificada no desenvolvimento de softwares e aplicativos. 

Portanto, a demanda é crescente, mas a oferta nem tanto. Sendo assim, os recrutadores se veem numa verdadeira saga para encontrar developers com as habilidades necessárias para o negócio. 

Portanto, o mercado de trabalho para DEVs está na contramão dos indicadores da economia brasileira, onde o desemprego bate os 13% da população em geral. 

Sendo assim, em meio a esse cenário, contar com uma plataforma específica para selecionar os developers que irão compor os squads mais eficientes é um grande alívio. 

Nesse sentido, a Coodesh é uma startup lançada em 2019 que usa mecanismos sofisticados para medir habilidades nas principais demandas do mercado tech. Para conhecer melhor a empresa, acesse a nossa página

Dessa forma, unimos a oportunidade ao profissional certo. Assim, as empresas economizam tempo e têm resultados mais coerentes com a sua necessidade. 

Por que a escolha do profissional merece uma atenção especial? 

Recrutamento vai influenciar em squads mais produtivos

A abertura de vagas para developers e todos os passos do processo de recrutamento e seleção merecem uma atenção especial porque é importante compor as equipes com as peças certas. 

Afinal de contas, isso reduz as taxas de turnover e possibilitam a formação de um time mais coeso para conduzir os projetos da empresa. 

Justamente por isso, o papel do headhunter é tão fundamental nesse cenário. O profissional responsável por encontrar talentos tech se desdobra em bancos de dados para encontrar o DEV perfeito, além de garimpar developers em meios não tradicionais. 

Empresas mundiais têm encontrado saídas criativas para encontrar developers. Entre elas estão frequentar comunidades tech nos meios digitais, aumentar o networking com representantes de startups e até mesmo assistir a vídeos de employer branding com depoimentos de DEVs. 

Para concluir, na corrida pelo talento tech, o podium é a satisfação do contratante, que vê os seus negócios fluírem com um time produtivo e feliz. Justamente por isso, as vagas para developers merecem um olhar especial. 

E, então, esse artigo trouxe insights que você não tinha até aqui? Aproveite para conhecer a plataforma da Coodesh e seguir nossas páginas no Facebook, Instagram e LinkedIn.

Escrito por Gizele Silva

Formada em Jornalismo pela UEPG e especialista em Mídia e Política. Experiência de 18 anos em jornalismo diário. Desde 2017, atua com Marketing de Conteúdo. Atualmente, sou produtora de conteúdo da Coodesh.

Carreira: conheça o perfil de front-end React developer

Carreira: back-end Node.js developer