O que é IDE?

IDE (Integrated Development Environment) ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado, em português, é um software que integra várias ferramentas necessárias para o desenvolvimento. Por essa razão, o developer deve entender o que é IDE e usá-lo para facilitar o seu fluxo de trabalho. 

No passado, esse recurso não existia. Por isso, a pessoa desenvolvedora tinha que buscar várias ferramentas para fazer o mesmo trabalho que realiza hoje com a ajuda do IDE. 

Nesse sentido, é importante conhecer e utilizar o IDE apropriado à linguagem para codar com mais agilidade e qualidade. Nesse contexto, vamos explicar o que é IDE no Dicionário Tech do nosso blog. 

Como ele é composto? 

Como você acabou de ler, o IDE facilita a vida do DEV. Nesse sentido, é interessante entender que ele tem alguns componentes básicos: 

  • editor de código-fonte: trata-se de um editor de texto que inclui indicadores visuais, preenchimento automático da linguagem e verificação de bugs durante a criação; 
  • automação de compilação local: DEVs conseguem automatizar tarefas simples e repetitivas na criação da compilação local do software; 
  • debugger: refere-se a uma funcionalidade para testar outros programas e mostrar onde estão os bugs do código inicial.

Mas um IDE também tem outras funcionalidades bastante interessantes. Portanto, a ferramenta pode gerar um código automaticamente, fazer refatoração, documentação automática e ainda a integração com outras plataformas, como o GitHub. 

Quais são os principais tipos de IDE? 

Há vários tipos de IDE. Alguns direcionam-se a uma linguagem, outros voltados para um só tipo de sistema operacional, enfim, veja a seguir algumas das suas características. 

Sistema operacional: é preciso verificar o sistema operacional usado pelo usuário final, para que não haja limitações na utilização do IDE escolhido; 

Funcionalidades: alguns IDEs são compatíveis com recursos adicionais, como refatoração e implantação contínua; 

Linguagens: com o direcionamento para algumas linguagens, alguns IDEs têm melhor performance com um determinado paradigma de programação. O Kdevelop, por exemplo, suporta linguagens como Java, PHP, Python e Ruby; 

Plug-ins: alguns IDEs também suportam plug-ins e extensões, adaptando-se assim à necessidade do developer. 

Mas, então, qual seria o melhor IDE? Na verdade, o melhor é aquele com o qual o developer mais se adapta. Isso porque a sua intenção é facilitar o dia a dia do trabalho da pessoa desenvolvedora. 

Exemplos 

  • Aptna 
  • Eclipse 
  • Netbeans 
  • Sublime Text
  • Squad 
  • Brackets 

Quais as vantagens do IDE? 

Como você viu neste artigo, o IDE é muito mais prático, pois une várias funcionalidades num único software. Além disso, ele leva mais qualidade ao seu projeto. Veja, portanto, mais detalhes: 

  • reduz bugs: os bugs causados por erro humano são verificados em tempo real e, portanto, ajudam o DEV a solucionar problemas;
  • destaca a sintaxe: a maioria dos IDEs possui indicadores visuais para destacar a sintaxe, facilitando assim a checagem da pessoa desenvolvedora; 
  • economia de tempo: por não ter que recorrer a várias ferramentas, o developer otimiza o seu tempo gasto em determinado projeto; 
  • criação de códigos limpos: com as ferramentas de autocomplete, geração automática de código e verificação de bugs, criar códigos limpos é um grande estímulo dos IDEs. 

Conclusão 

Em suma, o developer precisa saber o que é IDE para utilizá-lo na programação de aplicações. Assim, economizará tempo e entregará um projeto de alto desempenho para o cliente. 

E, então, você já sabia o que é IDE? Continue acompanhando os principais termos usados em desenvolvimento de softwares na seção do Dicionário Tech da Coodesh. Quer saber mais sobre a Coodesh? Nós somos uma plataforma de recrutamento tech totalmente on-line. Você pode conhecer as vagas para DEVs divulgadas na nossa plataforma, se candidatar e participar dos fluxos de recrutamento da Coodesh.

Como contratar desenvolvedor pela plataforma da Coodesh?

Confira histórias de DEVs que se tornaram empreendedores