Veja quais são os principais benefícios corporativos para desenvolvedores

benefícios para desenvolvedores

Os benefícios para desenvolvedores podem ser o diferencial de um processo seletivo para recrutar e contratar talentos tech. Afinal, o desenvolvedor busca empresas e startups com uma cultura organizacional que valorize o bem-estar do trabalhador. Como o número de profissionais avançados é pequeno diante da demanda, é importante fisgar o desenvolvedor de outras maneiras, além do salário.

A demanda por desenvolvedores já vinha em uma curva crescente. Mas com a pandemia da Covid-19, a procura cresceu ainda mais. Isso porque os projetos de digitalização saíram da gaveta em muitas empresas. Assim, o número de vagas para desenvolvedores cresceu. 

Para se ter uma ideia, uma pesquisa da Samba Digital (da empresa SambaTech) apontou que 45,7% das empresas brasileiras estão implantando projetos de transformação digital. Para colocar a mão na massa nesses projetos, a presença de desenvolvedores é fundamental. 

O que são benefícios para desenvolvedores? 

Algumas empresas confundem os benefícios para desenvolvedores na hora de anunciar suas vagas. Isso porque colocam “obrigações” como sendo “benefícios”. 

Cultura de feedback e bom clima organizacional, por exemplo, estão entre as vantagens apresentadas. Entretanto, é preciso ir além se a sua intenção for atrair desenvolvedores para as suas vagas. 

Portanto, benefícios para desenvolvedores são ofertas complementares ao salário, como plano de saúde e auxílio home office (você verá mais exemplos neste conteúdo). 

Desse modo, é bom lembrar que além dos benefícios obrigatórios, como 13º salário, existem os benefícios adicionais. Na hora de pesar na balança as vantagens de se trabalhar em uma empresa, eles são capazes de aproximar ou distanciar os talentos das oportunidades. 

Benefícios trabalhistas 

Vamos lembrar os benefícios inerentes ao contrato CLT: 

Férias remuneradas: 30 dias consecutivos de férias remuneradas a cada 12 meses de trabalho, sendo que a empresa pode dividir o período em até três períodos.

13º salário: o valor será equivalente ao salário de um mês trabalhado caso tenha mantido vínculo empregatício com a empresa no prazo de um ano, ou o valor proporcional a partir da sua contratação.

Faltas justificadas: dois dias de afastamento sem desconto na folha de pagamento em caso de óbito de um ente familiar. Em caso de casamento, a ausência será de 3 dias. Já nos afastamentos por motivo de doença, de 14 dias (acima de 15 dias, o pagamento cabe ao INSS). 

Benefícios complementares 

Veja agora uma lista de benefícios para desenvolvedores que aparecem com mais frequência nas vagas anunciadas na Coodesh. 

Home office

O modelo de trabalho em casa chegou para ficar e, por isso, a maioria dos desenvolvedores aprova empresas que colocam o modo remoto em primeiro lugar.

Híbrido

O modelo híbrido também atrai desenvolvedores que querem usufruir dos benefícios do home office, mas gostam da convivência com a equipe no escritório. 

Vale-alimentação

O benefício é usado em supermercados e, certamente, é um complemento à renda do desenvolvedor, que pode ter mais autonomia no uso do benefício. 

Vale-refeição

Muito comum na maioria das empresas, o vale-refeição pode ser usado em restaurantes e deliverys, sendo apreciado pelos profissionais. 

Convênios

Cartões que garantem descontos em farmácias, clubes, postos de gasolina, academias e demais atividades de lazer são muito bem-vindos.

GymPass ou TotalPass

Funcionam como no caso anterior, concedendo descontos nas mensalidades de academias. Os desenvolvedores aprovam o benefício, que estimula a saúde e o bem-estar. 

PLR

O programa de Participação nos Lucros e Resultados significa um acréscimo interessante no salário, além de estimular o funcionário a se dedicar ao trabalho para alcançar as metas desejadas. 

Assistência médica e odontológica

Os planos de saúde e odontológicos atraem e retêm talentos na empresa, pois além de promoverem uma cultura de prevenção também refletem nos dependentes, como filhos e companheiros(as). Existem os planos com coparticipação, nos quais os trabalhadores pagam uma pequena parcela por mês para ter acesso a médicos, clínicas e hospitais. 

Horário flexível

O horário flexível é interessante para o desenvolvedor que pode trabalhar nos períodos em que está mais produtividade, por exemplo, no amanhecer do dia ou no começo da noite. Assim, cumprindo a carga horária determinada em contrato, ele consegue produzir muito mais do que respeitando o tradicional horário comercial. 

Vale-creche

Assim, para os desenvolvedores com filhos pequenos nas escolinhas, o auxílio-creche é bastante importante, pois assegura mais tranquilidade ao profissional. Além disso, ele é pago somente aos trabalhadores com filhos e, assim, não pesa tanto no orçamento da empresa. 

Previdência Privada

Grande parte das empresas contribui com o pagamento da Previdência Privada e com o Seguro de Vida dos seus funcionários, fazendo com que os trabalhadores se sintam mais motivados e felizes em fazer parte da empresa. 

Sala de jogos

Se o trabalho é presencial ou híbrido, a sala de jogos na empresa oferece a oportunidade de os funcionários se conectarem e relaxarem entre uma tarefa e outra. Assim, com a mente descansada conseguem retomar o fôlego para novos desafios. 

Mercado de benefícios movimenta mais de R$ 150 bilhões 

Segundo uma pesquisa da MetLife, o mercado de benefícios movimenta, em média, R$ 150 bilhões por ano no Brasil. Isso comprova o quanto as empresas estão se esforçando para oferecer benefícios aos seus funcionários para atrair e reter talentos. 

Portanto, com os desenvolvedores não é diferente. Ainda mais quando os benefícios são complementados com jornadas flexíveis. Afinal, o trabalho do DEV é quase que solitário e pode ser feito em períodos da jornada em que o profissional se sinta mais à vontade. 

Para reforçar esse argumento, um estudo chamado General Industry Total Rewards Survey mostrou que o horário flexível, o home office e os bônus recebidos são os itens mais comuns das cestas de benefícios das startups. 

Entre 228 empresas ouvidas na pesquisa, 44% ofereciam horário flexível, 18%, home office e 40% bônus (anual ou a cada 5 anos). 

Leia Mais 

Confira empresas de cartões de benefícios 

Como implantar benefícios para desenvolvedores? 

Como você viu, é importante implantar benefícios para desenvolvedores, pois apenas o salário não é um fator decisivo para aceitar ou recusar uma oportunidade de emprego. 

Mas para adotar os benefícios é necessário que você tenha em mente que nem todos da lista precisam ser implantados, mas sim aqueles que fazem mais sentido para a sua equipe e que não comprometem o orçamento. 

Saiba mais a seguir: 

  • Faça uma pesquisa interna para saber quais benefícios são mais importantes para o time; 
  • Defina um teto no orçamento; 
  • Pesquise os benefícios concedidos pela concorrência; 
  • Defina os benefícios para desenvolvedores, mas lembre-se que eles podem ser alterados; 
  • Comunique o time dos benefícios e prazos iniciais; 
  • Divulgue os benefícios nas vagas abertas. 

Além de tudo, é interessante monitorar como a oferta de benefícios está impactando no employer branding e na taxa de turnover. 

Conclusão 

Benefícios para desenvolvedores são chamarizes para profissionais talentosos na sua empresa. Mas, acima de tudo, é interessante proporcionar um ambiente agradável de trabalho e com oportunidade de crescimento profissional. 

Agora que você já chegou ao fim do artigo, conheça a plataforma Coodesh. 

Cadastre-se agora mesmo. Conheça os nossos recursos no plano gratuito e comece a avaliar, recrutar e testar desenvolvedores remotos para a sua empresa.

cherry pick do git

Aprenda o que é cherry-pick do Git e como aplicar para agilizar seus projetos

o que é graphQL

O que é GraphQL?