in

Sua empresa sofre com turnover alto na área tech?

Você sabe dizer de cabeça a taxa de turnover da sua empresa? Ou você conhece o tempo médio que um developer (Dev) permanece contratado no seu negócio? É muito importante monitorar esses números para saber se o seu negócio tem uma taxa de turnover alto. Afinal, ele aumenta os custos da empresa e causa outros prejuízos. Continue lendo esse arquivo até o final para saber tudo sobre rotatividade de funcionários.

É bom lembrar que o turnover não é de todo ruim. Isso porque se a taxa for baixa indica que a gestão do negócio está focada na renovação equilibrada da equipe e na melhoria de resultados. No entanto, como já é de esperar, se o índice for alto, ele demonstra falta de zelo com a própria saúde da empresa e a sua consequente prosperidade.

O que é turnover?

A palavra é de origem inglesa e significa “virada” e “renovação”. Mas se o significado é positivo por que o termo causa calafrios nas equipes de RH?

Porque ele indica a rotatividade de funcionários(as), o entra e sai de carteiras de trabalho, os custos com recrutamento, as despesas com treinamento, a queda na produtividade de modo geral e a má impressão causada em quem é de fora.

Afinal de contas, fornecedores e clientes percebem que algo vai mal na organização quando sequer conseguem decorar o nome dos(as) colaboradores(as) porque a substituição é constante.

Quais os tipos de turnover numa empresa?

Você já deve ter refletido sobre o porquê do turnover alto nas empresas. Salários baixos, propostas de emprego mais atraentes, baixo desempenho ou simplesmente a reestruturação administrativa da empresa.

Por certo, existem algumas razões que se encaixam na mesma categoria. Justamente por isso, os estudiosos em Gestão de Pessoas dividiram o turnover em alguns tipos. Confira abaixo:

  • Voluntário: o turnover voluntário é aquele que parte da iniciativa do(a) empregado(a) porque mudou de cidade, encontrou um emprego melhor ou precisou se afastar, por exemplo.
  • Involuntário: é aquele causado pelo desligamento do(a) colaborador(a) por baixo desempenho, crise econômica ou reestruturação da empresa.
  • Funcional: seus impactos são controlados, pois refere-se à troca de funcionários(as) com baixo desempenho ou fáceis de repor.
  • Disfuncional: é o mais indesejado, pois a empresa perde talentos que dificilmente são repostos ou representantes de minorias que ajudam a formar a diversidade da equipe.

Em qualquer dos casos, no entanto, é importante ter uma compreensão dos fatores que levam ao desligamento do(a) colaborador(a) para que isso não fique fora do controle.

Como calcular a taxa de turnover?

Mas como saber a taxa de turnover na empresa e, mais ainda, se ela está alta ou baixa? A métrica é muito importante, pois serve de base para as ações do time de RH Tech e de outras áreas.

Primeiramente, separe um período para ser analisado. Geralmente, as pessoas utilizam o intervalo de um ano. Sendo assim, verifique o número de pessoas que entraram (admissões) e que saíram da empresa (desligamentos).

Com os números em mãos, faça o cálculo seguinte:

Taxa de turnover (%) = (admissões + desligamentos) / 2 x 100. O resultado é dividido pelo total de funcionários ativos para chegar à porcentagem.

O que é considerado um turnover alto?

turnover alto
Taxa de turnover deve ser investigada e monitorada para evitar um percentual muito alto

Mas qual é a média de rotatividade de pessoas nas empresas, de modo geral? Existem alguns estudos que sugerem a taxa de turnover alto, conforme você pode conferir a seguir.

A Fecomércio (Federação do Comércio) identificou que a taxa, de modo geral, é de 3,79% ao ano. Mas no comércio, por exemplo, ela alcançou 6,17% em 2017. Já entre os call-centers, um levantamento da consultoria Elancers demonstrou que o índice é de 6,5% até 10%.

Enquanto isso, o site Computerworld verificou o tempo de permanência de Devs em algumas gigantes do setor. Na Amazon, por exemplo, o developer fica, em média, 1 ano. Já no Google fica 1,1 ano. A Apple tem o melhor desempenho, com média de 2 anos.

Mudança de emprego

Ainda dentro desse contexto, a pesquisa do perfil de Devs da Stack Overflow, referente a 2020, relata que 83% das pessoas desenvolvedoras não estão procurando emprego. Apenas 17,3% estão em busca ativa de oportunidades.

Entre aqueles que estão de olho nas vagas para Devs, os motivos são a conquista de um salário melhor (para 70% das pessoas entrevistadas) e trabalhar com novas tecnologias.

Quais são os prejuízos com a alta rotatividade na área tech?

Como bem sabemos, o tempo de preenchimento de uma vaga tech é mais demorado, pois é preciso encontrar as pessoas candidatas que mais se encaixam nas exigências da vaga, fazer entrevistas e testes e, enfim, negociar salários e benefícios.

Além disso, soma-se o fato de a demanda ser maior que o número de candidatos(as). Por conta disso, encontrar um(a) candidato(a) ideal e perdê-lo em poucos meses é frustrante.

Veja outros impactos negativos do turnover alto nas empresas de tecnologia e startups.

  • custos com recrutamento e contratação
  • despesas com treinamento
  • queda na produtividade
  • má percepção nos fornecedores e clientes
  • desgaste da equipe

Por outro lado, o turnover baixo pode ser positivo, pois significa uma “oxigenação” da equipe, com novas ideias e novos perfis na composição do time.

Como evitar o turnover alto na equipe tech?

Como você notou até aqui, a alta taxa de rotatividade é prejudicial à empresa ou startup, seja ele num setor específico ou de forma mais generalizada.

Nesse sentido, confira algumas dicas para ter uma taxa dentro dos parâmetros.

  • capriche na descrição da vaga para atrair as pessoas certas;
  • após a contratação, dê feedbacks;
  • tente oferecer um plano de carreira;
  • mantenha um ambiente agradável, seja no trabalho presencial ou no remoto;
  • tenha líderes que respeitam as pessoas da equipe.

Enfim, uma dica bônus que se encaixa neste tema é trabalhar o employer branding da sua empresa, fazendo com que as pessoas sintam vontade de trabalhar com você.

Conclusão

Para finalizar, o turnover alto precisa ser investigado pela sua empresa, pois isso pode impactar em outros setores e, sobretudo, nos resultados da empresa.

A boa notícia é que a Coodesh pode te ajudar nesse processo. Somos uma startup voltada à aceleração de resultados no recrutamento tech.

Nosso fluxo compreende a divulgação de vagas (na nossa plataforma e em canais específicos), a triagem dos currículos, a realização de entrevistas e de desafios tech, além da aplicação de teste comportamental com resultados certeiros.

Por isso, acesse o nosso site e agende uma call para entender melhor as nossas soluções para o recrutamento tech.

Escrito por Gizele Silva

Formada em Jornalismo pela UEPG e especialista em Mídia e Política. Experiência de 18 anos em jornalismo diário. Desde 2017, atua com Marketing de Conteúdo. Atualmente, sou produtora de conteúdo da Coodesh.

O que é Git?

Papel do CTO na startup: veja suas responsabilidades e habilidades