Qual é o papel do líder no desenvolvimento de soft skills?

Qual é o papel do líder no desenvolvimento de soft skills?

Soft skills são essenciais para o crescimento de cada profissional e o alcance de resultados pela equipe. Por muito tempo, a indústria da tecnologia olhou apenas para as hard skills. Mas o desafio do líder aumenta com a missão de desenvolver habilidades comportamentais em seus liderados. 

Para aprender uma nova tecnologia, o profissional realiza um curso, faz pesquisas, lê livros ou recebe a mentoria de um profissional sênior da equipe. Mas como aprender soft skills? 

Sozinho, essa jornada fica mais difícil, entretanto, com a contribuição do líder essa busca pelo desenvolvimento torna-se mais acessível. 

Se você é head de equipe (ou pretende ser) confira as dicas deste conteúdo. 

Entendendo soft skills (e outras denominações) 

Soft skills são traduzidas como habilidades interpessoais. Mas como o termo “soft” é traduzido como “suave”, de forma isolada, muitos gestores preferem usar outras denominações, como people skills ou power skills. 

Afinal de contas, as soft skills não estão em um degrau inferior em relação às hard skills, mas em grau de igualdade. Sem essas habilidades, o desempenho de toda a equipe fica comprometido. 

Em síntese, as soft skills são habilidades comportamentais e interpessoais que são desenvolvidas nos profissionais. Para exemplificar, temos as habilidades de comunicação, gestão do tempo, trabalho em equipe, proatividade, multitarefas, entre outras. 

Entendendo o papel da liderança 

O líder extrai o que há de melhor no liderado. Ele deve dar feedback, ajudando-o a reconhecer seus pontos de melhoria e estimulando o crescimento. 

Um líder acompanha a rotina de cada pessoa da equipe, verificando processos, progressos e falhas que devem ser corrigidas. Ele não aponta erros, mas usa os tropeços como uma oportunidade de aprendizado. 

Em verdade, ele é a ponte entre a equipe e os C-level. Em estruturas menores, o próprio founder da startup assume esse papel. Sua missão é responder pela equipe, quer seja nos resultados satisfatórios quer seja nos projetos fracassados. 

Aproveite para ler também:

Como aplicar upskilling em equipes de desenvolvedores?

Desenvolvendo soft skills 

Quando falamos em habilidades profissionais, devemos lembrar que não são apenas a empresa ou os funcionários que devem buscar o desenvolvimento, mas sim os dois. 

Por isso, nunca é demais frisar que cada colaborador tem a responsabilidade de aprender novas habilidades, sejam elas técnicas ou comportamentais. 

Contudo, ele não precisa seguir sozinho nesta jornada. O líder pode até assumir um papel de mentor e ajudá-lo a identificar os pontos de crescimento. 

Não existe uma receita, pois cada equipe tem suas características. Porém, de modo geral, há maneiras de desenvolver soft skills em seus liderados. Veja nossas dicas. 

Aposte na cultura organizacional 

A cultura organizacional é o DNA do negócio e todos devem estar envolvidos nela, fazendo com que aumente o senso de pertencimento e engajamento de cada funcionário com a empresa. 

O primeiro passo do líder é trabalhar a cultura organizacional na sua equipe. Desse modo, fica mais fácil nortear o desenvolvimento dos atuais colaboradores e também escolher os novos contratados com um recrutamento assertivo. 

Mas caso a empresa ainda não tenha uma cultura definida, é preciso trabalhar neste projeto em conjunto com o RH e outros departamentos. 

Desenvolva treinamentos

Assim como as hard skills, as soft skills podem ser desenvolvidas em treinamentos. Mas antes disso, é importante traçar quais características devem ser melhoradas na equipe. 

Sendo assim, aposte em programas curtos, com videoaulas, palestras, lives e videochamadas com convidados externos. 

Você pode se concentrar em uma skill por vez. Por exemplo, se o problema da sua equipe de desenvolvedores está sendo a falta de comunicação, crie treinamentos exclusivos sobre isso ou, dependendo do orçamento da empresa, contrate coachings corporativos. 

Baseie-se em metas e indicadores 

Quantificar também é palavra-chave no papel do líder no desenvolvimento de soft skills. Isso porque ele deve criar indicadores para verificar se os treinamentos de habilidades comportamentais estão surtindo efeito. 

Desenvolva um plano de ação com um período pré-determinado, que pode ser um mês ou um trimestre. A cada ação executada, considere um ponto. Assim, ao final do período você terá como comparar o desempenho do liderado e até mesmo da equipe. 

Portanto, você pode criar metas, fazendo com que fique mais fácil acompanhar o desenvolvimento individual ou do grupo. 

Dê feedbacks 

A cultura de feedback deve ocorrer de forma natural na sua equipe. Nas reuniões iniciais e finais de cada semana, aproveite para pontuar questões relacionadas às decisões de cada funcionário e como elas interferem nas entregas. Mas lembre-se de fazer isso de forma individual. 

Muitas empresas deixam para dar feedbacks apenas na definição do PDI (Plano de Desenvolvimento Individual). Entretanto, como o imediatismo toma conta das relações sociais, não é interessante esperar tanto para pontuar as coisas necessárias. 

Estimule a diversidade 

Como head, estimule a diversidade no recrutamento. Com representantes de vários grupos e comunidades, cada pessoa da equipe tende a ficar mais aberta a novas ideias e habilidades. Essa conexão entre os profissionais possibilita o interesse por novidades e aprendizados. 

Desperte o protagonismo 

Somos protagonistas da nossa própria história, mas muitos funcionários ainda não conseguiram despertar para esse estágio. Por essa razão, é importante que o líder esteja atento e assuma a responsabilidade de instigar seu liderado a crescer e a pensar em um futuro profissional de sucesso. Com planejamento, objetivos definidos e metas estabelecidas é possível inovar e crescer. 

Conclusão 

O papel do líder no desenvolvimento de soft skills das pessoas da sua equipe é importante para que os colaboradores saibam que estão sendo apoiados e incentivados a melhorar. 

Como consequência, essa postura impacta positivamente em outras áreas, como o fortalecimento do employer branding, a redução do índice de turnover e a maior adesão dos colaboradores à cultura organizacional da empresa. 

Como você viu, o recrutamento exerce uma atuação importante neste processo. Por isso, aproveite para conhecer a Coodesh, uma startup de recrutamento remoto de desenvolvedores de software e outros profissionais de tecnologia. 

Clique no site e veja como podemos lhe apoiar no recrutamento tech.

Veja dicas de como avaliar hard skills de desenvolvedores

Veja dicas de como avaliar hard skills de desenvolvedores

como avaliar full-stack

Como avaliar full-stack: confira dicas para recrutadores