in

Inteligência Artificial no recrutamento: como ela pode ajudar o RH?

A Inteligência Artificial no recrutamento é uma das tendências do RH. Afinal de contas, ela auxilia os(as) recrutadores(as) a triar as pessoas candidatas com mais precisão e melhor aproveitamento de tempo. 

Mas, além disso, o uso da Inteligência Artificial traz ganhos para os(as) candidatos(as) e para a empresa ou startup. Isso porque ela amplia a base de pessoas interessadas e, dessa forma, abre mais oportunidades para o maior número de pessoas possível participar. E também permite que a empresa tenha acesso aos melhores talentos. 

Portanto, você vai ver neste artigo o que é Inteligência Artificial, como os RHs vêm a utilizando e quais são os seus benefícios.  

Afinal, o que é Inteligência Artificial?

Computadores podem realizar atividades que até então eram exclusivamente humanas. 

Esse, portanto, é o conceito de Inteligência Artificial (IA). Ela é o conjunto de software, pensamento lógico, dados e outros itens que possibilitam que máquinas interpretem a linguagem escrita e falada, expressões faciais e até sinais ópticos.

O seu uso, por fim, já faz parte do dia a dia, como os softwares de processamento por voz e de reconhecimento de imagens. Além disso, os chatbots, tão comuns em aplicativos de mensagens, também estão inseridos neste contexto. 

Agora, imagine como a Inteligência Artificial no recrutamento poderá ser útil. Veja mais reflexões a seguir. 

Como a Inteligência Artificial pode ser útil no recrutamento? 

Como era o recrutamento no passado? A empresa anunciava a vaga na seção de Classificados de um jornal impresso, um volume enorme de pessoas se amontoavam na porta da empresa no dia seguinte, e a pessoa recrutadora passava dias atrás de uma montanha de currículos, analisando um por um. 

Com o recrutamento on-line isso mudou. Desse modo, as empresas criam páginas de vagas nos seus próprios sites, divulgam a oportunidade em plataformas de recrutamento on-line ou ainda utilizam as redes sociais e as comunidades virtuais para se conectarem com as pessoas interessadas.

Mas, talvez, o aspecto mais importante da Inteligência Artificial no recrutamento resida na triagem dos(as) candidatos(as). 

Como consequência, na seleção feita pela própria empresa, usa-se chatbots no WhatsApp habilitados para fazer a seleção prévia das pessoas que enviaram os seus currículos. 

Assim, com poucas perguntas automatizadas, pode-se saber se o(a) candidato(a) está de acordo com o perfil da vaga anunciada. Com isso, a equipe economiza tempo para usá-lo em fluxos que demandam a figura humana. 

Outra vantagem, como já citamos no início deste artigo, é que a Inteligência Artificial aumenta a base de interessados(as). Isso porque o processo consegue ampliar a triagem. 

E quando a empresa realiza o recrutamento por meio da página de vagas do seu site, o processo também é acelerado, pois é possível utilizar filtros que aproximam os(as) candidatos(as) ideais das vagas. 

Contudo, também existem plataformas de recrutamento tech que usam algoritmos para conectar pessoas candidatas e empresas. Isso é possível devido ao preenchimento de formulários que informam detalhes, como skills, senioridade e preferências que servem de ponte entre candidatos(as) e empresas. 

Quais os benefícios da IA no recrutamento?

Recrutamento pode ser acelerado com o uso da IA nas etapas

Já vimos neste artigo que a IA pode facilitar a vida das pessoas do RH. Mas ainda existem outros benefícios trazidos pelo uso da tecnologia no recrutamento. Confira agora quais são elas: 

Processos automatizados

Tarefas manuais, como classificação de currículos, podem ser beneficiadas com a automatização. Plataformas que podem selecionar currículos por palavras-chave são, por exemplo, uma ótima saída para os RHs que desejam otimizar o tempo e ser mais assertivos. 

Redução de custos 

Os custos operacionais podem ser reduzidos com mais facilidade diante da automatização dos fluxos de recrutamento. Isso porque diminuem-se os erros e aumenta-se a produtividade. A taxa de turnover (entrada e saída de pessoas colaboradoras da empresa) também pode ter uma queda em razão da melhoria no processo de recrutamento. 

Uma experiência inovadora ao(à) candidato(a)

A Inteligência Artificial no recrutamento também melhora a experiência do(a) candidato(a). Isso ocorre porque a pessoa interessada terá contato com tecnologias inovadoras e, assim, conhecer melhor a empresa para depois, enfim, ter a chance de integrar a equipe. Outro detalhe é que muitos processos podem ser automatizados, como o envio de e-mails em diferentes etapas do recrutamento. A pessoa candidata, portanto, se sentirá melhor acolhida e terá mais chances de construir uma imagem positiva da empresa. 

Portanto, com essas vantagens descritas é possível perceber que os RHs do presente e do futuro estão mais ligados do que nunca à tecnologia. Afinal, se o cenário exige empresas mais ágeis, a Inteligência Artificial só trará resultados positivos. 

Para se ter uma ideia, uma pesquisa publicada no Journal of Business Research apontou que cientistas do Instituto Universitário de Lisboa identificaram que a IA pode acelerar em até 90% os processos de recrutamento nas empresas. 

Assim, com respostas mais rápidas, as pessoas candidatas também conseguem reduzir a ansiedade na hora da transição entre empresas ou da conquista do primeiro emprego. 

Como o RH Tech será no futuro?

Será que o papel do(a) recrutador(a) deixará de existir ou que o RH do futuro terá apenas robôs no controle?

É difícil saber, mas certamente, a transformação digital está presente no recrutamento e isso, portanto, não pode ser ignorado. 

O uso da tecnologia cloud, o mapeamento de perfis, a entrevista com reconhecimento facial capaz de identificar emoções irão gerar mais insights para as pessoas recrutadoras. 

Sendo assim, o papel desse(a) profissional será muito mais analítico e interdisciplinar do que qualquer outra característica. 

Conclusão 

Em suma, a Inteligência Artificial vem para ser um aliado dos RHs e aprimorar o processo de recrutamento. Portanto, ela exige profissionais mais analíticos, que possam reconhecer as principais habilidades das pessoas candidatas relacionadas às exigências da vaga e às pretensões da empresa. 

E, por falar em RH Tech você já conhece a Coodesh

Somos uma startup 100% remota que atua com recrutamento de profissionais de tecnologia para empresas e startups cadastradas na plataforma. Saiba mais sobre como são as nossas soluções clicando aqui, preenchendo o formulário e aguardando o nosso contato.

Escrito por Gizele Silva

Formada em jornalismo, sou apaixonada por comunicação e tecnologia, além de adorar descobrir as soluções que o marketing de conteúdo traz aos negócios.

O que é ETL?

Chief Human Resources Officer (CHRO): saiba tudo sobre essa carreira