in

Confira histórias de DEVs que se tornaram empreendedores

Você ama codar, mas quer virar empreendedor? É claro que o mercado de trabalho está em alta. Aliás, é difícil encontrar uma pessoa desenvolvedora que não seja assediada pelas empresas, principalmente se ela dominar uma tecnologia do momento, como Ruby on Rails, TypeScript ou Python. Mas o mundo do empreendedorismo também é atrativo. Dessa maneira, aproveite para conhecer ou relembrar agora histórias de DEVs empreendedores. 

Mas antes de apresentarmos as histórias, vamos lembrar que empreender exige uma certa dose de paciência. Afinal, são muitos documentos e taxas a serem pagas para ficar em dia com os órgãos do governo, especialmente o fisco. 

Portanto, confira o conteúdo do artigo sobre como abrir seu próprio negócio como DEV. Mas se você já passou por essa etapa inicial, conheça histórias de empresas e startups iniciadas por desenvolvedores(as) que viraram sucesso mundial. 

Jan Koum (WhatsApp)

Primeiramente, vamos mostrar a história do fundador do WhatsApp, Jan Koum. O aplicativo pertence ao Facebook e tem 2 bilhões de usuários no mundo. Ele foi vendido ao Facebook em 2014 pelo valor de US$ 19 bilhões. 

Mas Koum nem imaginava que a sua criação chegaria a tanto. Aliás, ele teve uma infância pobre na Ucrânia. A sua casa, por exemplo, não tinha nem água quente, sendo que a região onde morava era extremamente fria. 

Quando ele tinha 16 anos, em 1992, ele se mudou com a família para a Califórnia. Koum não conseguiu estudar, na época, mas começou a se interessar por assuntos ligados à tecnologia. Foi então que começou a trabalhar no Yahoo!.

No então emprego, ele conheceu Brian Acton, que viria a ser o seu sócio. Eles deixaram o Yahoo! no ano de 2007 e, apenas dois anos depois, lançaram um aplicativo de mensagens que servia apenas para indicar o status do usuário quando ele recebia uma ligação e não podia atender com mensagens como “estou em reunião”, por exemplo.  

No entanto, o aplicativo não deu muito certo. Então, ambos procuraram emprego no Facebook, mas também não tiveram sucesso. 

Foi então que Kuom e o colega aprimoraram o aplicativo inicial. Em pouco tempo, ele virou um sucesso. O Facebook, que havia negado emprego aos dois colegas, acabou comprando o WhatsApp, aprimorando assim as suas funcionalidades.

Mark Zuckerberg (Facebook) 

E por falar em Facebook outro case de sucesso vem dele. O fundador Mark Zuckerberg é um velho conhecido quando o assunto é sobre DEVs empreendedores. 

Isso porque, aos 23 anos, ele foi considerado um dos bilionários mais jovens do mundo. Já a revista Time o colocou como uma das pessoas mais influentes de todos os tempos. 

Acredita-se que Mark aprendeu programação com seu pai na infância. Ainda na adolescência, ele criava os seus primeiros programas. Aliás, a primeira aplicação foi Synapse (programa de música) que foi comprada pela Microsoft por US$ 1 milhão. 

Quando estudava em Harvard, Mark teria criado o Facebook, embora o desenvolvimento seja cercado de polêmicas, como o fato de ele ter se apropriado da ideia de colegas que criaram o Harvard Connection para lançar o Facebook. Hoje a empresa tem receita aproximada de US$ 26 bilhões. 

Bill Gates (Microsoft) 

Bill Gates é o fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo. Ele viu um computador pela primeira vez aos 13 anos de idade. Gates estudava e usava o computador da sua escola, mas era preciso pagar por hora de uso. 

Portanto, quando o dinheiro acabou, Gates descobriu uma forma de hackear o computador e, assim, usá-lo de graça. O garoto prodígio chegou a ser expulso da escola, mas em pouco tempo voltou para reportar os bugs da máquina. 

Quando começou a estudar em Harvard, passou a desenvolver os primeiros softwares. Contudo, em pouco tempo, abandonou os estudos para se dedicar à sua empresa, que mais tarde ganhou fama mundial com o nome de Microsoft. 

Sergey Brin (Google) 

Sergey Brin é cofundador do Google juntamente com o amigo Larry Page. Mas sua história de empreendedor decolou após muitas dificuldades. 

Ele saiu da União Soviética com a família em meados de 1979 para morar nos Estados Unidos. O garoto, filho de judeus, estudou Matemática e Ciências da Computação. 

Com o passar do tempo conheceu Larry Pages e começou a criar um mecanismo de busca. Como os sócios não tinham dinheiro, fizeram uma “vaquinha” com amigos, parentes e professores que apostaram na ideia. Com US$ 10 mil, eles lançaram o Google, que hoje é uma das principais empresas do mundo. 

David Karp (Tumblr) 

David Karp era estagiário de uma produtora de animação quando tinha apenas 14 anos. O seu objetivo era aprender programação. Logo após desenvolver conhecimentos na área, foi contratado efetivamente. 

Tempos depois, em 2007, ele criou o Tumblr, plataforma para compartilhar conteúdos. A plataforma fez tanto sucesso que foi comprada pelo Yahoo! no ano de 2013 pelo valor de US$ 1,1 bilhão. 

Assim, David Karp entrou para o rol dos milionários com apenas 28 anos de idade. Ele ficou conhecido por lançar produtos no mercado e depois o aperfeiçoar, justamente usando o conceito de MVP para se tornar escalável e garantir o sucesso. 

Mike Krieger (Instagram) 

Mike Krieger é o brasileiro da nossa lista de DEVs empreendedores, mas ficou conhecido no mercado de tecnologia pelo fato de morar na Califórnia e ter ajudado a fundar o Instagram, juntamente com Kevin Systrom. 

Ele nasceu em São Paulo e estudou Engenharia de Software. No ano de 2004, ele mudou-se para a Califórnia e passou a estudar na Universidade de Stanford. 

Junto com o seu sócio, Kevin, ele passou a desenvolver o projeto do Instagram. O aplicativo foi colocado na Apple Store no ano de 2010 quando Mike tinha apenas 24 anos. 

Com o sucesso da plataforma, logo o Facebook se interessou, fez a sua proposta e comprou o aplicativo por US$ 1 milhão. O patrimônio atual de Mike é estimado em US$ 100 milhões na atualidade. 

Conclusão 

Existem (e ainda existirão) histórias de DEVs empreendedores. Isso porque o segmento de tecnologia e inovação não para de crescer no Brasil e no mundo. 

Para atingir o sucesso é preciso ter uma base sólida e pés no chão, mas com uma boa dose de ousadia e coragem. 

E para lançar seu primeiro MVP (Produto Mínimo Viável) e contratar os primeiros developers é importante contar com uma boa assessoria. 

Nesse sentido, a Coodesh é uma startup de HR Tech que entrega resultados para empresas que estão iniciando sua história de sucesso. Para isso, entre em contato conosco para conhecer nossas soluções. 

Escrito por Gizele Silva

Formada em jornalismo, sou apaixonada por comunicação e tecnologia, além de adorar descobrir as soluções que o marketing de conteúdo traz aos negócios.

O que é IDE?

É possível ter uma startup e ainda programar?