O que é Spring Boot?

spring boot

Como a agilidade é fundamental no trabalho do desenvolvedor, entender o que é Spring Boot é um ponto positivo na carreira. Desse modo, entenda o conceito no artigo de hoje do Dicionário Tech da Coodesh. 

O Spring Boot é um framework open source usado para facilitar as configurações de uma aplicação. Ele deriva do Spring, que também é um framework criado em 2003 por Rod Johnson. 

Ele é uma estrutura de back-end que se tornou um participante importante no ecossistema Java corporativo.

Saiba mais sobre esse recurso no conteúdo, bem como as suas vantagens. 

Como o Spring Boot funciona? 

Como foi dito, o Spring Boot trabalha para simplificar as aplicações. O mais interessante é que este framework é altamente opinativo, portanto, ele trabalha utilizando um conceito chamado de convenção sobre configuração.

Isso quer dizer que a ferramenta aponta para você a melhor forma de se fazer algo. Assim, o desenvolvedor não precisa perder horas configurando suas aplicações, mas sim se dedicando ao código. 

Aliás, quando o Spring Boot foi criado, ele ajudou a plataforma Spring a ser ainda mais conhecida. Na prática, ele surgiu com o intuito de melhorar as configurações de projetos que utilizam a linguagem Java. 

O desenvolvedor inicia com o Spring Initializr, que é um recurso que facilita a criação de projetos. Mas ainda há outros recursos, como os que estão expostos a seguir. 

Boot Starter: ele possui inicializadores que unificam várias configurações em uma só dependência. 

AutoConfigurator: é responsável pelas coordenadas de configurações para a aplicação, unindo as configurações padrão e as criadas pelo desenvolvedor; 

Spring Boot Actuator: ele fornece métricas que nos ajudam a medir o desempenho da aplicação, sendo, portanto, muito útil em projetos de grande porte. 

O Spring Boot está no GitHub (confira aqui) e recebe atualizações da comunidade. Entre os objetivos listados pela comunidade estão: 

  • Forneça uma experiência de introdução radicalmente mais rápida e amplamente acessível para todo o desenvolvimento do Spring;
  • Seja opinativo, mas saia do caminho rapidamente, pois os requisitos começam a divergir dos padrões;
  • Forneça uma variedade de recursos não funcionais comuns a grandes classes de projetos (por exemplo, servidores incorporados, segurança, métricas, verificações de integridade, configuração externa);
  • Nenhuma geração de código e nenhum requisito para configuração XML. 

Como começar? 

O primeiro passo para o desenvolvedor que deseja aplicar Spring Boot é estudar a documentação do site. Mas também há muitos tutoriais e informações repassadas pela comunidade na internet. 

Após entender o que é esta tecnologia é possível fazer as seguintes ações: 

  • Criar aplicativos Spring autônomos;
  • Incorporar o Tomcat, Jetty ou Undertow; 
  • Fornecer dependências ‘iniciais’ opinativas para simplificar sua configuração;
  • Configurar automaticamente bibliotecas Spring e de terceiros sempre que possível
  • Fornecer recursos prontos para produção, como métricas, verificações de integridade e configuração externa. 

Conclusão 

Você viu o que é Spring Boot e como os seus recursos podem agilizar o trabalho do desenvolvedor. 

Como tech recruiter, conhecer este termo também facilita a seleção de candidatos que atuam no back-end e principalmente com o Java. 

Agora que você já chegou ao fim do artigo, aproveite para ler também sobre outros termos do Dicionário Tech

Inscreva-se na nossa plataforma.

Escrito por Gizele Silva

Formada em jornalismo, sou apaixonada por comunicação e tecnologia, além de adorar descobrir as soluções que o marketing de conteúdo traz aos negócios.

como aprender python

Como aprender Python?

curso de android nativo

Desenvolva suas hard skills com curso de Android Nativo