O que é Rest?

Você já ouviu por aí no mundo da programação o que é Rest. Mas você sabe o que é e qual é a sua importância? Confira mais esse novo conteúdo do Dicionário Tech da Coodesh.

Essencialmente, Rest é Representational State Transfer que, em português, é “Transferência de Estado Representacional”.

Por sua definição, trata-se de um conjunto de princípios e definições necessário para a criação de um projeto com interfaces bem definidas.

É, na verdade, uma abstração da arquitetura da Web. Por ser muito requisitada nas equipes de desenvolvimento, é importante se aprofundar nos estudos desse recurso.

O termo foi usado, pela primeira vez, em uma dissertação escrita por Roy Fielding (cientista de computação norte-americano) no ano 2000.

Como funciona

 

A arquitetura Rest permite a comunicação entre aplicações. Portanto, para saber o que é Rest e como ele funciona, veja mais informações neste tópico.

Quando se abre o navegador, o Rest estabelece uma conexão TCP/IP com o servidor de destino. Ele envia uma requisição GET HTTP a partir do endereço informado.

Por sua vez, o servidor envia uma resposta HTTP ao navegador. A resposta pode ser em formato padrão HTML ou apresentar algum tipo de erro.

Quando você está navegando na internet, esse processo é repetido várias vezes, por exemplo, ao abrir uma nova página ou um formulário de respostas.

Suas principais vantagens

Ao utilizar Rest é possível perceber uma melhora nos fluxos. Isso porque as aplicações web que utilizam Rest são mais flexíveis, leves e permitem melhores resultados quando se utiliza metodologia ágil.

Atualmente, os mais utilizados pelas equipes de desenvolvimento são Json e XML, conforme a tarefa que está sendo executada.

Diferença entre Rest e Restful

Você já deve ter ouvido os termos Rest e Restful e ter ficado em dúvida. Afinal, eles são a mesma coisa? Veja a diferença;

  • Rest: é um conjunto de princípios de arquitetura.
  • Restful: é uma condição única de aplicar os conceitos de Rest.

Enquanto o primeiro está voltado à criação de serviços disponibilizados na web, o segundo é aquele que realiza a implementação desse padrão.

O que é API Rest

E como o termo Rest aparece frequentemente associado à API, vamos lembrar alguns conceitos.

API é Application Programming Interface, que utiliza requisições HTTP responsáveis pelas operações básicas necessárias para a manipulação dos dados. Algumas requisições, das quais você certamente já ouviu falar, são:

  • DELETE: exclui as informações;
  • GET: lê os dados no host;
  • POST: cria dados no servidor;
  • PUT: atualiza os registros.

Sendo assim, elas acabam se tornando parte do dia a dia do(a) programador(a).

Dessa maneira, para se dizer que uma API é do tipo Restful, é preciso que a primeira esteja em conformidade, como, por exemplo, com a arquitetura cliente/servidor em dia. Além disso, ter uma interface padronizada.

Em suma, as APIs Rest são mais leves e podem gerar excelentes resultados em aplicações mobile, web e Internet das Coisas.

Para concluir, agora que você já sabe melhor o que é Rest, continue acompanhando outros temas do Dicionário Tech, que tem a função de trazer os termos mais comuns do universo do desenvolvimento para a apresentação.

Agora, conheça a Coodesh, startup especialista no recrutamento de pessoas desenvolvedoras para startups em franco crescimento.

Acesse a nossa página de vagas e se cadastre na nossa plataforma.

Kotlin no back-end: o que você precisa saber para começar

Veja 7 inspirações para happy hour virtual na sua empresa