Rust: tudo o que você precisa saber para começar

Rust é uma linguagem de programação que vem se tornando cada vez mais popular entre as pessoas desenvolvedoras. Mas qual seria o motivo de tanto sucesso? A linguagem é basicamente reconhecida por sua segurança e desempenho. E, então, se você é iniciante em programação e deseja saber mais sobre essa linguagem criada pela Mozilla, que tal ler este conteúdo até o fim? 

Você pode se dedicar ao estudo de outras linguagens, mas certamente esta será um ponto positivo no seu currículo nas suas futuras entrevistas técnicas. Isso porque o número de empresas interessadas em desenvolvedores(as) Rust está crescendo. Basta pesquisar as vagas de emprego para DEVs. Além disso, a linguagem caiu no gosto dos DEVs por causa de suas vantagens. Acompanhe este guia para mergulhar de vez na linguagem. 

O que é Rust? 

Rust é uma linguagem de programação multiparadigma e compilada. Ela foi desenvolvida pela Mozilla Research. Seus principais princípios são a concorrência sem disputa de dados, a abstração sem overhead e a segurança sem coletor de lixo. 

Em suma, ela pode ser utilizada em vários tipos de aplicações, como: 

  • ferramentas de linhas de comando; 
  • ferramentas para DevOps
  • web services; 
  • jogos;
  • aplicativos de IoT (Internet of Things). 

Lançada em 2010 com código aberto, a linguagem é chamada como o C++ de roupa nova, pois as duas tecnologias são muito parecidas, embora o Rust seja mais eficiente no quesito segurança. 

Só por curiosidade, Rust é “ferrugem”, em português, mas de modo geral ela não tem nada de “enferrujada”, já que está em constante atualização e é bastante competitiva no mercado. 

Como Rust foi criada?  

Rust começou a ser desenvolvida nos momentos de lazer de Graydon Hoare em meados de 2006. Na época, ele trabalhava na Mozilla, e a empresa acabou se interessando pela nova linguagem que era parecida com a C++, mas tinha mais vantagens. 

Assim, a Mozilla resolveu investir no projeto e deu uma equipe de técnicos para Hoare se dedicar mais intensivamente à nova linguagem. Dessa forma, a sua primeira versão foi lançada em 2010 e, em pouco tempo, se tornou open-source. 

Pouco tempo depois, Hoare deixou a liderança técnica do projeto, justificando que estava com burnout (síndrome ligada ao cansaço extremo) e passou a se dedicar a outras empresas menores. Mas, em meados de 2016, aceitou uma proposta de emprego da Apple Inc para trabalhar no desenvolvimento da linguagem Swift. 

Quem utiliza a linguagem Rust? 

Como você viu, a criação da linguagem foi um golaço da Mozilla, que logo foi utilizado por muitas outras empresas. 

Assim, softwares que são muito utilizados hoje em dia, como Firefox, Dropbox, Yelp, Firecracker (tecnologia de visualização usada pela Amazon) e Cloudflare utilizam Rust. 

Mas, além disso, ela está presente em vários projetos de empresas e startups que buscam resultados escaláveis, primando pela segurança e desempenho. 

Quais os diferenciais desta linguagem? 

Você sabia que entre 2016 e 2020, a linguagem Rust foi considerada a preferida entre as pessoas desenvolvedoras, segundo pesquisas do site Stack Overflow? 

Mas o que explica essa predileção? Veja a seguir algumas vantagens do Rust. Lembre-se que isso não quer dizer que ela seja uma unanimidade entre as pessoas desenvolvedoras, mas indica que é muito importante dedicar-se aos seus estudos para ter esse diferencial no currículo e pertencer a essa comunidade. 

Performance 

Durante o processo de compilação, o próprio Rust realiza o gerenciamento de memória, liberando espaço até então ocupado por variáveis que não estão sendo utilizadas. Em outras linguagens, essa função é exercida por um coletor de lixo, sendo assim, o Rust demonstra maior performance, pois permite maior velocidade ao desenvolvimento.  

Segurança 

Sempre que uma variável deixa de ser utilizada pela aplicação, ela é automaticamente eliminada pelo sistema de gestão de memória da linguagem. Isso evita erros e baixo desempenho. 

Produtividade  

A pessoa desenvolvedora que opta pelo Rust ganha em produtividade. Primeiramente porque a linguagem tem uma documentação bastante ampla e cheia de detalhes sobre a sua utilização. Em segundo lugar porque ele é capaz de identificar erros que outras linguagens não registram, isso graças ao seu compilador inteligente. 

Atualizações 

Uma das vantagens também é a atualização constante, que aprimora as funcionalidades da linguagem. Uma das mais recentes é de abril de 2019. Ela trouxe melhorias nos idiomas, tornando-os mais fáceis de ler e de escrever. 

Além disso, a linguagem Rust também roda muito bem em aplicações web devido à sua desenvoltura e alto desempenho, atribuindo mais agilidade aos projetos. 

Carreira 

De modo geral, o espaço para desenvolvedor(a) Rust está aquecido no mercado. Isso porque as startups e empresas buscam sistemas mais ágeis e seguros para escalar os seus resultados. 

Portanto, o DEV encontra uma carreira promissora, cujo salário pode variar entre R$ 6 mil e R$ 12 mil, dependendo do nível de experiência. 

Conclusão 

Você viu neste artigo que a linguagem Rust é multiparadigma, tem alto desempenho e oferece segurança à pessoa desenvolvedora em suas aplicações. 

Foi considerada, durante cinco anos consecutivos, a linguagem favorita dos developers ouvidos pela Stack Overflow. 

Assim, é um bom ponto de partida para os DEVs iniciantes. Desse modo, a dica é estudar a linguagem e adquirir experiência nessa carreira. E, agora que você chegou ao fim do artigo, que tal aproveitar para conferir as vagas para DEVs anunciadas na nossa plataforma?

A Coodesh oferece a pessoas desenvolvedoras diversas oportunidades de emprego em startups remotas em várias tecnologias. Aumente suas chances de emprego e encare novos desafios profissionais com a Coodesh.

Linguagem JavaScript: saiba o que é, como funciona e para que serve

O que é algoritmo?