in

Papel do Product Owner: veja porque a carreira é essencial nas startups

Qual é o papel do Product Owner dentro de uma corporação? Primeiramente, é importante lembrar a presença da metodologia Scrum nas empresas. Isso porque o(a) Product Owner ou PO faz parte do Time Scrum e, portanto, é indispensável para o andamento das sprints.

O que você precisa saber é que, resumidamente, o(a) PO maximiza o valor do produto em desenvolvimento pelo time, seja ele um software ou um automóvel.

Portanto, o(a) PO faz isso através do gerenciamento dos backlogs do produto, incrementando, corrigindo falhas, revisando e colocando tudo para funcionar conforme a expectativa do cliente e, sobretudo, do usuário final.

Continue acompanhando este artigo para conhecer as características desta carreira e, quem sabe, se aprofundar nela para ser um(a) PO de referência na sua área.

O que faz um(a) PO?

Para explicar melhor o que é um(a) Product Owner, é interessante lembrar dois conceitos: o que é o framework Scrum e o que é Product Manager. Então, vamos lá?

Scrum: considerado um framework ou uma metodologia ágil desenvolvido por Jeff Sutherland, usa-se o Scrum na gestão e planejamento de projetos de softwares e outros produtos. O time divide tais projetos em sprints com duração mensal. Portanto, há três pilares: Scrum Master, Product Owner e o time de desenvolvimento (que você verá com mais detalhes ainda neste post).

Product Manager: o(a) Product Manager também trabalha focado(a) no produto, porém, de uma forma mais abrangente. Ele(a) está entre o setor de desenvolvimento, o UX e o setor de negócios. Basicamente, o(a) profissional atua para identificar e analisar ideias que possam, futuramente, virar produtos. Portanto, o(a) PO pode vir a ser um(a) Product Manager no futuro, visto que as suas áreas são correlatas.

Como é o dia a dia de trabalho de um(a) Product Owner?

O(a) Product Owner tem um papel mais gerencial dentro da equipe

Para entender o papel do Product Owner é interessante conhecer as suas responsabilidades no dia a dia de uma startup e na execução das sprints de um projeto. Nesse sentido, conheça um pouco mais sobre as suas funções.

Basicamente, o(a) profissional é a ponte entre o cliente e o time de desenvolvimento. Dessa forma, ele(a) precisa ter perfil planejador e comunicador. Isso porque é preciso ter o feeling necessário para repassar as necessidades do cliente para os(as) developers, além de estar sempre planejando cada etapa do produto.

Responsabilidades

Enfim, entre as suas responsabilidades estão:

Refinar o backlog: em síntese, o backlog é a relação das funcionalidades desejadas no produto. Sendo assim, o PO é responsável por gerenciar as prioridades e monitorar o desenvolvimento de cada uma delas, além de estabelecer quem serão as pessoas responsáveis pelas tarefas.

Planejar as sprints: com base na definição do backlog, o papel do Product Owner é revisar e priorizar as estórias e, dessa forma, criar um cronograma de atividades nas sprints.

Elaborar estórias: como parte integrante de uma sprint, o backlog é dividido em estórias para a equipe de desenvolvimento trabalhar. Esse processo, portanto, pode ocorrer em momentos diferentes, seja antes, durante ou depois de cada sprint.  

Validar estórias: o papel do Product Owner também é o de aceitar e validar estórias como concluídas após os testes mais apropriados para a maximização do valor do produto final.

Na conclusão de cada sprint, o(a) PO e a equipe de desenvolvimento apresentam o produto ao cliente, recebendo o feedback e anotando os incrementos que são eventualmente pedidos.

Além disso, o(a) PO acompanha todas as etapas do desenvolvimento do produto final, fazendo as devidas revisões e ajustes necessários. Isso porque a sua missão é entregar o melhor produto.

Habilidades

Em suma, as habilidades de um(a) PO são voltadas principalmente à gestão, mas isso não significa que o(a) profissional não deva entender de linguagens de programação e metodologias. Portanto, confira um resumo das principais skills desta carreira:

  • boa capacidade de comunicação;
  • perfil de liderança;
  • conhecimento das principais metodologias;
  • domínio do Scrum;
  • capacidade analítica.

Qual é o papel do Product Owner no Time Scrum?

Como você viu até aqui, o(a) PO é um membro ativo do Time Scrum. Enfim, confira os pilares na implantação dessa ferramenta.

PO: ele(a) é responsável por direcionar o projeto conforme a necessidade das pessoas interessadas. Portanto, em cada time há apenas um(a) Product Owner responsável por gerenciar o backlog e apresentar os requisitos às pessoas da equipe.

Scrum Master: age como se fosse um(a) coach, guiando a equipe conforme os preceitos do método Scrum. Assim, ele(a) também exerce um papel de facilitador, auxiliando toda a equipe para utilizar essa framework.

Time de desenvolvimento: geralmente é um time pequeno, composto por no máximo 10 pessoas, incluindo todos(as) os(as) envolvidos(as) na sprint. Assim, ele age como uma equipe multidisciplinar na qual cada pessoa integrante deve mostrar sua visão e dar a sua contribuição para o resultado final.

Conclusão

O papel do Product Owner é indispensável na equipe de desenvolvimento. Por mais que a equipe seja autogerenciável, o(a) PO tem a função de olhar de fora o processo para delegar as tarefas e acompanhar o desempenho em cada etapa.

E, então, o que achou dessa área do time de desenvolvimento? Saiba que o(a) profissional desse setor é requisitado(a) nas startups e empresas que estão sempre em busca da inovação.

Aproveite para se aprimorar neste segmento e preparar o seu currículo para encontrar oportunidades na área. Nesse sentido, a Coodesh pode dar uma ajudinha.

Somos uma startup de recrutamento tech para startups, fintechs e empresas com equipes próprias de desenvolvimento. A nossa plataforma contém vagas remotas, presenciais e parcialmente remotas das principais carreiras do mercado, incluindo POs.

Você pode se cadastrar na plataforma e conhecer as vagas atualizadas constantemente. Além disso, aproveite para seguir a nossa página do LinkedIn e receber as novidades do mundo tech em primeira mão.   

Escrito por Gizele Silva

Formada em Jornalismo pela UEPG e especialista em Mídia e Política. Experiência de 18 anos em jornalismo diário. Desde 2017, atua com Marketing de Conteúdo. Atualmente, sou produtora de conteúdo da Coodesh.

Vale a pena investir nos estudos da metodologia XP?

O que é daily?