O que é DevRel e por que é importante investir nesta carreira?

O que é DevRel

Afinal, o que é DevRel? Bom, antes de entrarmos nesse assunto vamos lembrar que DEVs confiam em DEVs, não é mesmo? Pensando nisso, uma das carreiras promissoras da área tech é a de DevRel (Developer Relations). Na prática, e em outras áreas, trata-se do profissional que faz o papel de relações públicas da empresa, aproximando o desenvolvedor do produto/serviço. Mas ele também exerce atividades comuns a qualquer programador, como codar e testar. 

Enfim, por que estamos falando sobre o que é DevRel? Justamente porque a carreira está crescendo e deve prosperar ainda mais nos próximos anos. Ela guarda muitas características especiais, como o alinhamento com o marketing. 

Mas não é simplesmente o marketing de vendas, tradicional, já que o DEV não se sente atraído por essa área. E sim o marketing de conteúdo e de relacionamento

Enfim, quantos desenvolvedores você conhece que têm um canal no YouTube, blog, redes sociais ativas? E, ainda, participam ativamente de comunidades no Slack, interagem nas plataformas como GitHub, Stack OverFlow e Discord? E não se esquecendo, é claro, dos textões no LinkedIn e dos podcasts nas plataformas digitais. 

Os canais são variados, podendo ter mais de um atualizado diariamente. Mas essa produção de conteúdo tem uma razão de existir: melhorar o relacionamento dos developers com a empresa que esses DevRels representam. 

Portanto, confira nesse conteúdo como atuam os developers relations e como se tornar um deles. 

O que é um DevRel? 

O DevRel é um desenvolvedor que possui participação ativa nas redes sociais e nas comunidades de developers. Através do seu engajamento, ele ou ela é capaz de influenciar o desenvolvedor na tomada de decisões de compra ou utilização de um produto ou serviço, como uma ferramenta ou plataforma. 

A profissão é relativamente nova no Brasil. Tanto que ainda existe a ideia de que apenas as grandes companhias contratam DevRels, como Google e Microsoft. A oferta de vagas, que é um indicativo do aquecimento deste mercado, ainda não é significativa. Numa busca no LinkedIn encontramos apenas 16 vagas em aberto. 

Contudo, com o desenvolvedor ocupando uma posição mais estratégica nas empresas, em decorrência do aumento da importância da área tech, as marcas têm investido no relacionamento com os DEVs. E, neste ponto, o DevRel se torna uma peça-chave para melhorar a comunicação com este público. 

O que faz um Developer Relations?

E para ser um representante da empresa no relacionamento com o desenvolvedor, o DevRel precisa adquirir conhecimentos extras além das linhas de código. Desse modo, a sua atuação se baseia em 3 pilares: código, conteúdo e comunidade. 

Código porque ele continua desenvolvendo suas aplicações em sua respectiva carreira. Se ele é um desenvolvedor Full-stack, ele continuará codando ou produzindo conteúdo voltado a esta área. 

LEIA MAIS: Confira 20 podcasts para desenvolvedores e comece a seguir

Conteúdo, então, nem se fala, não é verdade? Se você segue algum Developer Relations já deve estar acostumado às notificações de novos vídeos, posts e newsletter que chegam todos os dias, na maioria das vezes tendo como pano de fundo os produtos operados pela empresa que o DevRel representa. 

Já a comunidade é outro ponto forte do DevRel, pois ele deve marcar presença, seja no Slack, no GitHub, no Stack OverFlow, na Wikipedia e em qualquer outro canal que explore o tema principal da sua formação. 

Aliás, é preciso lembrar que o DevRel é apaixonado por compartilhar conteúdo gratuito sempre pensando no crescimento profissional dos colegas e seguidores. Afinal, isso não cria concorrência, pelo contrário, aumenta a admiração pelo profissional e contribui com a comunidade. 

Qual a importância do Developer Relations para as empresas? 

Não se sabe ao certo como essa profissão surgiu, mas acredita-se que ela esteja ligada a gigantes do setor de tecnologia, como Microsoft e Apple. Afinal, elas se preocupavam (e ainda se preocupam) em manter relacionamento com os desenvolvedores, que estão na linha de frente e usarão seus produtos no dia a dia. 

Nesse contexto, a Microsoft, por exemplo, adicionava cinco licenças adicionais ao Windows sempre que vendia uma licença do VisualStudio, que é o editor de código-fonte da marca. Além disso, basta lembrar também dos conteúdos produzidos e do incentivo às comunidades. 

Mas por que essa postura amigável com os desenvolvedores(as)? Isso ajuda a melhorar o employer branding, já que a atração de DEVs favorece e agiliza a contratação de profissionais tech. 

Além do mais, o DevRels reforça a estratégia de vendas e de expansão da empresa ou startup. 

Por que as empresas e startups precisam do DevRel?

Ainda nesta linha da importância do Developer Relations para a empresa, o que podemos perceber é que quando um desenvolvedor escolhe um determinado programa, ele não o abandona tão facilmente. 

Por essa razão, o DevRel incentiva a aquisição das soluções da empresa que representa sem que isso pareça uma venda direta. Acima de tudo, ele está preocupado com a experiência do usuário e com o seu feedback para melhorar o produto com updates que realmente façam a diferença. 

Confira agora algumas empresas que têm DevRels em seus quadros

  • AWS;
  • Google;
  • IBM;
  • Meta;
  • Salesforce;
  • SendGrid;
  • Twilio; 
  • Twitter;
  • Unity.

Portanto, desde pequenas a grandes startups e players de mercado estão convencidos da importância deste profissional. 

Como se tornar um DevRel?

Você chegou até aqui na leitura é porque está interessado em conhecer mais sobre essa área de atuação entre as profissões tech, não é mesmo? Como você viu, é uma forte tendência e uma profissão promissora. Assim, saiba algumas dicas repassadas por profissionais desta área para se tornar um DevRel. 

Leia mais sobre a área

Você já é desenvolvedor e tem um perfil colaborativo? Para ingressar nesta carreira, esses são alguns requisitos. Além disso, é importante ler tudo sobre a área. Um bom começo é o livro “The Business Value of Developer Relations: How and Why Technical Communities Are Key To Your Success” ou “O valor comercial das relações com o desenvolvedor: como e por que comunidades técnicas são fundamentais para o seu sucesso”, com conteúdo em inglês, de Mary Thengvall. 

Saiba que o resultado é a longo prazo 

Os resultados vêm em doses homeopáticas. Se você quer resultados muito rápidos, pode se decepcionar. Isso porque a comunidade de desenvolvedores precisa adquirir confiança em você para começar a segui-lo(a) nas mídias sociais, bem como clicar nos links dos seus e-mails. 

Não se trata apenas de fazer palestras e produzir conteúdo diário, é preciso resolver a dor dos DEVs em determinados assuntos. Ademais, para produzir uma comunidade forte é preciso permitir o diálogo e visões mais plurais. 

Entenda como gerar conteúdo 

Lembre-se que a produção de conteúdo exige dedicação. Portanto, gerencie seu tempo dentro da empresa de modo que você consiga monitorar tendências do mundo tech, as novidades e atualizações do produto, o que a concorrência está fazendo, as hashtags em alta e outros. 

E não se preocupe, pois a produção de conteúdo é autoalimentável. À medida que você produz conteúdo, novos insights vão surgindo e, assim, fica mais fácil criar posts, vídeos, enquetes e muitos outros formatos para a sua audiência. 

Planeje dar palestras 

A participação em eventos, de modo geral, fazem do DevRels uma boa referência em sua área. Afinal, o nome da empresa estará atrelado a ele. Além disso, o seu marketing pessoal estará valorizado. 

Assim, aumente seu networking para dar palestras, ser convidado para talks e lives, podcasts e programas de mentorias dentro da sua área de atuação. Assim como dito anteriormente, esse trabalho de construção de autoridade em torno do seu nome pode gerar um certo tempo, mas se o seu conteúdo for rico, certamente você colherá os frutos do seu empenho. 

Faça Live Coding 

Aprender assistindo é muito válido. Por isso, muitos desenvolvedores se interessam por Live Coding das suas respectivas linguagens. Nesse sentido, você pode começar aos poucos. 

Use, por exemplo, o Loom para gravar alguns vídeos de você codando e os exponha nas redes sociais. Depois, parta para o “ao vivo” nos seus canais pessoais ou da própria empresa conforme for a linha editorial. 

Continue codando 

Mesmo sendo um DevRel não deixe de lado a programação em si. Isso porque o que causa conexão com o desenvolvedor é o fato de você também ser um DEV e mandar bem nas linhas de código. Assim, você ficará mais confortável e, automaticamente, será uma referência. 

Esteja antenado à sua carreira 

Além de contribuir com as comunidades que são mais estratégicas para a empresa, o Developer Relations também precisa estar antenado às atualizações da sua própria carreira. 

Como falamos, há alguns livros nesta área, mas também encontros e influenciadores digitais que falam sobre o tema. Em novembro, por exemplo, ocorre o DevRelCon, que é uma conferência on-line. Em 2021, ela discutiu o DevRel como um fenômeno global. 

Sendo assim, crie alertas com as palavras-chave da sua área no Google, assine newsletters, e, literalmente, devore todos os conteúdos que aparecem sobre a sua carreira.  

Como ganhar mais engajamento nas comunidades como DevRel? 

As comunidades DEVs são um campo fértil para o DevRel. Por isso, é importante manter-se ativo e virar referência para, enfim, demonstrar melhor as soluções do produto ou serviço que representa. Um bom caminho, portanto, é o código open source. Saiba mais sobre esse conceito agora. 

Open source significa “código aberto”. Ele se refere ao código-fonte de um aplicativo ou website e pode ser visto por qualquer pessoa, ou seja, a comunidade poderá adaptá-lo conforme o objetivo. 

As empresas costumam disponibilizar produtos com códigos abertos ou fechados. A decisão vai depender da estratégia desenhada pelo negócio. Ao contrário do que muitos pensam, o open source pode ser uma boa alternativa. 

Uma pesquisa patrocinada pela Red Hat (empresa com soluções em Linux), por exemplo, mostra que 95% das empresas de TI acreditam que o código-aberto possui importância estratégica no mercado

SAIBA TAMBÉM: Confira quem são os developers influenciadores que você precisa seguir

Do mesmo modo, os Developers Relations podem aproveitar a preferência e disponibilizarem os códigos-fonte nas comunidades, seja de origem pessoal ou da própria empresa. Como esperado, essa medida aumenta a conexão com os developers, causando o mesmo efeito da geração contínua de conteúdos gratuitos. 

Quais as formas de interação mais praticadas com a comunidade DEV? 

Um bom Developer Relations não pode abrir mão das três estratégias mais praticadas para interagir com a comunidade DEV. Confira abaixo quais são elas. 

Tutoriais 

Os tutoriais tomaram conta da web. Afinal, há todos os tipos. Na área de desenvolvimento, os tutoriais são campeões de visualizações. Isso porque eles podem ser úteis para profissionais do nível Júnior ou ainda por desenvolvedores avançados que estão aprendendo uma nova linguagem ou framework. 

Normalmente, os tutoriais consistem em vídeos que explicam o passo a passo de alguma coisa, ensinando funções básicas e truques que você aprendeu ao longo da sua carreira e da sua experiência com a ferramenta em questão. 

Os tutoriais são muito aderentes entre a comunidade de developers. Aliás, eles são fáceis de fazer e de consumir. Mas é importante que você tenha um roteiro, no papel ou na mente, e siga uma lógica no momento da apresentação para não se esquecer de nenhum detalhe. 

Mentorias 

A mentoria do DevRel ajuda iniciantes e profissionais em transição de carreira a lapidar suas habilidades para o mercado de trabalho. 

O foco é ajudar o desenvolvedor a encontrar seu rumo dentro da profissão, orientar sobre a formação em cursos e faculdades e guiar para as tendências da carreira. 

Além disso, o mentor também trabalha para identificar pontos de melhoria, limites e crenças individuais que podem estar impedindo o desenvolvedor de crescer. Mentorear, portanto, é ajudar a crescer. 

Blog 

O blog é mais um canal importante do DevRel para criar conexão com o desenvolvedor. Nele, você pode desenvolver conteúdos voltados à sua área de atuação, ao mercado em que a sua empresa está presente, às soluções do seu negócio e outros temas relacionados às dúvidas mais frequentes dos desenvolvedores. 

Como já foi dito, o DevRel precisa conhecer as principais estratégias de marketing digital. Nesse contexto, é fundamental conhecer sobre SEO (Search Engine Optimization ou Otimização de Mecanismos de Busca) para posicionar seu blog entre os três principais colocados na busca orgânica do Google com as palavras-chaves da sua área. 

Como usar as comunidades de developers? 

É nas comunidades que o DevRel encontra seu momento. Afinal, é lá que ele pode auxiliar pessoas desenvolvedoras, tirar dúvidas sobre tecnologias e linguagens, atrair leads para o seu negócio ou simplesmente conversar e fazer networking. 

Para isso, o GitHub e o Stack Overflow são comunidades fundamentais, que não podem estar fora da sua lista de prioridades. Conheça mais sobre elas logo abaixo. 

GitHub: é uma plataforma de gerenciamento de código-fonte e um ambiente de colaboração entre pessoas desenvolvedoras. Ele permite que você divulgue seus trabalhos para outros programadores, que poderão contribuir com o seu projeto. Assim, você também poderá fazer o mesmo nos outros projetos. 

Stack Overflow: é um site de perguntas e respostas focado em problemas específicos da programação. Nesse contexto, você poderá ter uma participação mais ativa, respondendo developers que precisam de uma ajuda em algum recurso, principalmente se ele for relacionado ao produto da sua empresa. 

Eventos e meetups: presencial ou on-line, o evento ou meetup sobre programação é uma boa oportunidade para se conectar com a comunidade desenvolvedora. Assim, fique atento ao calendário de eventos do LinkedIn, do Sympla, do EventBrite, de faculdades e de influenciadores digitais. Selecione, portanto, os mais estratégicos e participe. Além disso, você também pode promover eventos, como talks e lives. 

Como o DevRel ajuda a expandir internacionalmente a startup? 

Com os pilares já citados inicialmente, referentes a código, comunidade e conteúdo trabalhados por este profissional, o Developer Relations pode ajudar a internacionalizar a startup. Isso porque ele contribui com a divulgação do negócio a ponto de ultrapassar fronteiras físicas e, assim, aumentar sua base de desenvolvedores. 

Afinal de contas, a profissão de desenvolvedor tem uma característica muito importante: o que é feito no Brasil pode ser executado em qualquer lugar do planeta porque a tecnologia é a mesma. É diferente, portanto, de outras profissões que têm práticas mais focadas no país de origem, devido à legislação e outros itens. 

Portanto, você pode divulgar seu produto/serviço no mercado internacional por meio da interatividade com os developers. Aliás, uma tendência é a de derrubar fronteiras, inclusive entre os países com falantes da Língua Portuguesa. 

Afinal, são mais de 230 milhões de falantes do Português em 9 países distribuídos por 4 continentes. Dessa forma, você amplia o leque de opções e pode escalar os resultados da sua empresa. 

Você conhece as ações da Coodesh de relacionamento com o DEV?

A Coodesh é uma code assessment platform aliada do desenvolvedor. Nela, o DEV passa por testes comportamentais e técnicos gratuitos que o validam para o mercado de trabalho. Assim, as empresas com vagas em aberto avaliam os talentos, baseando-se no perfil e no desempenho nos testes. 

VEJA TAMBÉM: Reveja os principais DevTalks da Coodesh 

A maior vantagem é que o developer não precisa repetir os testes nas diferentes empresas. Afinal, o foco do recrutamento e seleção da empresa é o perfil profissional do candidato. O mesmo teste serve para todas as oportunidades abertas na área em questão. Se o candidato é Front-end React.js, por exemplo, ele usa a mesma testagem e desempenho para se candidatar ou ser encontrado pelas organizações com vagas nesta área.  

Para reforçar esse relacionamento com o DEV, a Coodesh desenvolve mentorias, eventos e produção de conteúdo diário. Confira os detalhes abaixo: 

Mentorias

As mentorias da Coodesh são direcionadas aos profissionais de tecnologia que se cadastram gratuitamente na plataforma. Aqui o atendimento é personalizado.

O pessoal do time de HR Tech da Coodesh orienta sobre soft skills, apontando itens de melhoria e tendências do mercado. Além disso, o DEV recebe mentoria técnica dos desenvolvedores e fundadores da Coodesh. 

Eles apontam a jornada do developer, indicam tendências, oportunidades de mercado, além de escolas para formação e desenvolvimento do profissional.

Confira abaixo o depoimento do co-founder e CTO da Coodesh, Cristiano Albano, sobre como ele conduz as mentorias. 

A mentoria é realizada através da análise do projeto. O objetivo é conhecer as escolhas que o candidato utiliza ao solucionar os desafios. Nessa análise, podemos revisar o estilo de codificação, os padrões de projeto, quais bibliotecas foram utilizadas, quais requisitos funcionais e não funcionais foram implementados. Adicionalmente, pode-se fazer a análise do GitHub para identificar se determinadas características se repetem em outros projetos do candidato. Esse material, junto da apresentação, é usado para entender o momento do candidato. Os pontos de melhoria e os pontos fortes do projeto são apresentados ao candidato, assim ele pode compreender qual caminho de estudos seguir para criar projetos melhores no futuro. 

Cristiano Albano

DevTalks

A Coodesh realiza também DevTalks voltados à hard e soft skills. Os talks ocorrem às quartas-feiras, às 18h no canal do YouTube e na página do LinkedIn. É um bate-papo informal com convidados da própria equipe e também externos. 

A intenção é ajudar o desenvolvedor a evoluir na sua carreira conhecendo as experiências de desenvolvedores que já passaram por situações e problemas parecidos. 

Comunidade Desafios.dev 

A Coodesh fundou a comunidade Desafios.dev para os desenvolvedores que desejam testar seus conhecimentos e receber mentoria e feedback. Lá existem testes técnicos, conteúdos gratuitos sobre carreiras, além, é claro, de muito networking e troca de experiências entre desenvolvedores. 

O interessante é que as mentorias estão disponíveis em Português e Espanhol, expandindo assim os testes para pessoas desenvolvedoras de outros países da América Latina e da Europa. 

Conclusão 

Em síntese, ser um DevRel é ter o olhar voltado para tudo o que está acontecendo nos canais de mídia, nas últimas atualizações da linguagem, no mercado, na sua própria empresa, enfim, o trabalho não para. 

As empresas têm visto cada vez mais importância nestes profissionais, afinal, eles representam o caminho mais curto para atingir o desenvolvedor e, assim, traçar um caminho de sucesso para o produto ou serviço. 

Se você quer ser um Developer Relations continue acompanhando nossos conteúdos e aproveite para conhecer nossa plataforma

Não deixe de participar da nossa comunidade e acompanhar nossos DevTalks, pois temos uma imensa base de desenvolvedores cadastrados.

o que é dotNet

O que é dotNet?

DevTalks sobre transição de carreira de DEV a DevOps

De DEV a DevOps: como fazer a transição de carreira?